Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Arábia Saudita habilita 8 frigoríficos brasileiros para exportação de carne

“Faz parte de toda a abertura que o Ministério da Agricultura vem fazendo juntamente com o governo federal”, disse Tereza Cristina, em nota

Por Aline Rocha 11/11/2019 2h43
Foto: Agência Brasil

Da Redação
[email protected]

A autoridade sanitária da Arábia Saudita SFDA (Daudi Food and Drug Authority) habilitou oito frigoríficos do Brasil para exportação de carne bovina e subprodutos ao país árabe, informou nesta segunda-feira, 11, o Ministério da Agricultura. A medida é resultado de negociações iniciadas pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina, durante missão em setembro e também da recente viagem do presidente Jair Bolsonaro ao país.

“Faz parte de toda a abertura que o Ministério da Agricultura vem fazendo juntamente com o governo federal”, disse Tereza Cristina em nota.

Passam a ter autorização para embarcar o produto aos sauditas Frigorífico Fortefrigo, Frigorífico Better Beef, Rio Grande Comércio de Carnes Ltda, Plena Alimentos, Indústria e Comércio de Alimentos Supremo, Frigol, Maxi Beef Alimentos do Brasil e Distriboi – Indústria, Comércio e Transporte de Carne Bovina.

Em 2018, as exportações de produtos agropecuários brasileiros para a Arábia Saudita renderam US$ 1,7 bilhão. Em volume, foram mais de 2,9 milhões de toneladas. A carne de frango representou 47,4% do valor vendido (US$ 804 milhões e 486 mil toneladas).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os principais produtos exportados para os sauditas são carne de frango in natura, açúcar de cana bruto, carne bovina in natura, soja em grão e farelo, milho, açúcar refinado e café solúvel e verde.

 

Estadão Conteúdo

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar