Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Após discurso brando, Bolsonaro volta a atacar isolamento

Bolsonaro compartilhou vídeo nas redes sociais sinalizando contra as paralisações. “Depois da destruição não interessa mostrar culpados”, afirmou

O presidente Jair Bolsonaro voltou a se posicionar contra o isolamento social em prevenção ao novo coronavírus. Nas redes sociais, Bolsonaro compartilhou o vídeo de um popular que criticava os governadores que são pró-isolamento e sinalizava contra o fechamento do comércio.

Ao compartilhar, Bolsonaro afirmou que não se  trata de desentendimento com “alguns governadores e alguns prefeitos”, mas sim “fatos e realidades que devem ser mostradas”. “Depois da destruição não interessa mostrar culpados”, afirmou o presidente.

https://twitter.com/jairbolsonaro/status/1245304299539828737

A fala vem menos de 24 horas depois de um discurso em cadeia nacional, transmitido na noite de terça (31). Na ocasião, Bolsonaro ponderou que empregos têm que ser preservados, mas também falou que é importante valorizar-se a saúde durante a pandemia e que sua preocupação sempre foi “salvar vidas”.

Na contramão do próprio Ministério da Saúde e até da Organização Mundial de Saúde (OMS), Bolsonaro tem se posicionado contra o isolamento, alegando que a população precisa trabalhar para que não haja colapso na economia. O presidente chegou a distorcer uma fala do chefe da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, que teve de vir a público desmenti-lo

Isolamento

Em vários estados e no Distrito Federal, as suspensões de serviços não essenciais continuam. No DF, o governador Ibaneis Rocha decretou prorrogação da quarentena até o dia 13 de abril. No entanto, Ibaneis já declarou que só vai retomar as atividades cotidianas quando a OMS disser que é seguro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar