Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Opinião

O músico

Homenagem ao Dia do Músico, comemorado no dia 22 de novembro

Foto: Canção Nova

*André Florêncio

A música tem a capacidade de motivar, alegrar, emocionar, despertar sentimentos, abrir a caixa das lembranças. A música reúne, provoca risos, e acompanha o choro.

A música faz com que as pessoas possam abrir os seus corações para o sagrado, aproxima a alma de Deus. Através da sua beleza podemos “tocar o céu”!

Mas a música nada poderia fazer por si. Ela precisa ser composta, arranjada, pensada, sonhada. Posso dizer que ela precisa ser gestada sem tempo definido para o seu nascimento. E, depois que ela nasce, aí sim o trabalho começa, porque ela vai precisar de instrumentos, pautas, batutas, vozes. E, principalmente, de sentimentos que existiam antes mesmo dela provocá-los.

Assim, é fundamental um coração que a intérprete e uma alma que faça a experiência com ela., para então, após todo esse trabalho, ser apresentada, apreciada. E quem trabalhou tanto, corre o risco de nem ser lembrado…

Fico pensando, se a música fosse uma pessoa, quanta gratidão traria por aquele que a fez acontecer, aparecer, soar. A esse que podemos chamar de músico! Aquele que dá vida à música, afinal não existe música sem músico. Hoje é dia da música agradecer o músico!

Mas essa relação entre músico e música vai além de agradecimento,. é uma relação de vida. A música é o presente do músico e vice e versa, um sempre estará unido ao outro. O que então a música faz para o músico nessa relação tão intrínseca? A música torna o músico um ídolo, uma referência, faz com que ele ultrapasse seus limites, aprenda algo novo a cada dia. Leva o músico aos grandes palcos, aos mais belos eventos, a viajar o mundo, a ver olhos brilharem, os corações vivos, a alegria contagiante diante de poucas ou milhares de pessoas, às vezes, até mesmo sozinho.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A música é dom, e dom é presente de Deus, irrevogável. O Dom vem em virtude de uma missão. E a missão do músico cristão é revelar a beleza de Deus através da sua música. Por isso, a música tem tanto poder, pois, através dela, Deus alcança profundamente os corações e atinge lugares que as palavras já não têm acesso. E revelando Deus, o músico multiplica seu dom!

Já em mãos erradas, a música pode fazer um estrago imenso! Por isso, o músico precisa sempre cantar como se fosse a última canção da sua vida, uma oportunidade de por as pessoas no colo de Deus, para receber seus carinhos.

Muito mais que uma profissão ou “passa tempo”, ser músico é uma missão! Ele está sempre em guerra contra as coisas ruins da vida, as realidades que desmotivam. Os acordes, as notas, saem sempre com uma missão, e não retornam mais, pois encontram ouvidos e corações.

Nessa missão, o coração do músico se expressa nas notas agudas, nas distorções, nos graves acentuados, nas batidas marcantes, nas notas longas ou riffs intensos, nos melismas, nas apogiaturas. Poucos sabem como um músico sai do palco, após uma apresentação. Lá ele entrega tudo e, às vezes, as horas e horas de ensaio, os anos de estudo, uma vida dedicada, as lágrimas, os sorrisos, os esforços, tudo se esgota em uma apresentação de cinco minutos. Em raros casos, duram um pouco mais. E, quando a música acaba, resta o som dos aplausos ou o silêncio de um quarto. Tudo muito intenso!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Se a música pudesse agradecer ainda mais, talvez ela diria: Obrigado músico por me fazer existir, entender minha métrica, meus compassos, por me enxergar e seguir nas linhas de uma pauta. Obrigado pelas nuances, pelas pausas, pelos ataques e pelas fermatas. Obrigado por mesmo nos momentos difíceis onde eu não sou tão aplaudida, você continua firme no seu propósito. Obrigado por me reinventar, criar um arranjo novo.

Obrigado músico, por me dar a oportunidade de fazer aquilo para o qual eu fui criada.

Dia 22 de novembro, dia do mundo parar para agradecer a Deus pela vida dos seus soldados valentes, que enfrentam duras batalhas com a sua poderosa arma: a música. Parabéns músico!

*André Florêncio é músico e missionário da Comunidade Canção Nova

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar