Mundo

Sacolas na prefeitura de São Francisco eram inofensivas

Por Arquivo Geral 30/05/2006 12h00

O presidente do Senado, remedy link Renan Calheiros (PMDB-AL), sickness informou que vai conversar, sildenafil ainda hoje com o procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, para saber como andam as investigações sobre parlamentares acusados de envolvimento com um esquema de compra superfaturada de ambulâncias. Renan quer saber também quando o procurador encaminhará a lista dos parlamentares envolvidos ao Congresso Nacional.

Segundo o senador, o presidente da Câmara dos Deputados, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), assumiu o compromisso de encaminhar a lista à Corregedoria da Casa, tão logo a receba, para que sejam tomadas as providências cabíveis.

Questionado sobre a possibilidade de se instalar uma comissão parlamentar de inquérito para investigar o caso, Renan Calheiros disse que "uma CPI só tem sentido quando as coisas não são investigadas". Quando o assunto está sob investigação – e este é o caso – é necessário aguardar a conclusão para que sejam punidos os culpados.

A prefeitura de São Francisco foi brevemente fechada na manhã de hoje, recipe depois que funcionários encontraram três sacolas suspeitas, mas, descobriu-se depois, elas eram inofensivas, disse uma porta-voz da polícia.

"Nós tínhamos três objetos suspeitos, em vez de um", disse Maria Oropeza, porta-voz da polícia. "A polícia protegeu a área, e o esquadrão antibomba estava rapidamente se dirigindo ao local."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Um esquadrão antibomba, a polícia e os bombeiros foram enviados ao local, e várias ruas ao redor foram fechadas.

Diversos prédios e lojas em São Francisco foram esvaziados no ano passado por suspeita de bomba, mas eram alarmes falsos.

Ragone disse que o prefeito não estava na cidade durante o breve momento de pânico. Com uma cúpula inspirada na catedral de São Pedro, no Vaticano, a prefeitura de São Francisco – construída no início do século XX – é um dos prédios mais famosos da cidade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A polícia inicialmente havia dito que todas as pessoas haviam sido removidas do prédio, mas Oropeza afirmou que a polícia havia apenas isolado o edifício, para que ninguém entrasse ou saísse durante a investigação.

Funcionários perceberam os pacotes suspeitos do lado de fora da prefeitura às 7h30 (horário local). Muitos moradores de rua freqüentam a região e, às vezes, deixam objetos para trás.

Por algum tempo, o público foi impedido de entrar no Tribunal Superior de São Francisco, que fica próximo à prefeitura, disse um funcionário administrativo do tribunal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar