Mundo

Rússia é contra criação de uma <i>santa aliança</i> contra Teerã

Por Arquivo Geral 31/10/2007 12h00


A Rússia se manifestou hoje contra a criação de uma santa aliança contra o Irã, troche país que se nega a suspender as atividades de enriquecimento de urânio, sildenafil apesar das ameaças de sanções pelas chancelarias ocidentais.

“O problema grave é o fato de que a visão americana se apóia na lógica inapelável de que o Irã é um inimigo”, disse Mikhail Kamynin, porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores russo, citado pela agência oficial Itar-Tass.

Na mesma linha, o chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov, disse nesta terça-feira à noite em Teerã que os passos dados pelo Ocidente para impor sanções unilaterais ao Irã prejudicam os esforços coletivos para resolver a crise nuclear.

Lavrov disse que, em suas reuniões com o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, e com o ministro de Exteriores iraniano, Manouchehr Mottaki, pediu que Teerã coopere em maior grau com a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA).

Além disso, reafirmou o compromisso de Moscou com “a regra exclusivamente pacífica” do problema nuclear do Irã, dentro das decisões do Conselho de Segurança da ONU, onde a Rússia e a China bloqueiam a imposição de novas sanções.

A Rússia está construindo às margens do Golfo Pérsico a primeira usina nuclear do país persa (Bushehr), cujo início foi adiado devido à falta de pagamento iraniano.

No início de outubro, em sua primeira visita ao Irã, o presidente russo, Vladimir Putin, se mostrou a favor de solucionar a crise nuclear iraniana no âmbito da ONU e criticou as ações unilaterais dos Estados Unidos no cenário internacional.






Você pode gostar