Menu
Mundo

Rússia afirma que ataque no leste da Ucrânia deixou um morto e 41 feridos

A localidade fica na região de Donetsk, que está parcialmente ocupada por separatistas pró-Rússia desde 2014

Redação Jornal de Brasília

05/07/2023 8h52

Foto: AFP

A Rússia anunciou nesta quarta-feira (5) que uma pessoa morreu e 41 ficaram feridas, incluindo duas crianças, em um ataque das tropas de Kiev em Makiivka, leste da Ucrânia.

A localidade fica na região de Donetsk, que está parcialmente ocupada por separatistas pró-Rússia desde 2014 e é um dos principais objetivos da ofensiva russa na Ucrânia.

Há várias semanas esta zona industrial é um dos focos da contraofensiva das tropas ucranianas.

Vladislav Kliucharov, o administrador designado pela Rússia para a cidade, informou à agência estatal russa Rossiya-24 que o bombardeio deixou um morto e 41 feridos.

O exército ucraniano anunciou que destruiu uma “formação” russa em Makiivka.

“Como resultado do impacto de fogo de unidades das Forças de Defesa, outra formação de terroristas russos em Makiivka, que está temporariamente ocupada, deixou de existir”, afirmaram as Forças Armadas ucranianas em um comunicado.

Um vídeo que acompanha a mensagem mostra uma grande explosão que iluminu o céu durante a noite.

Denis Pushilin, o governador nomeado por Moscou para a região de Donetsk, afirmou que as forças ucranianas executaram “ataques selvagens” contra zonas residenciais e um complexo hospitalar em Makiivka.

A agência russa TASS informou que nove unidades de saúde foram atingidas pelo bombardeio das forças ucranianas, com base em fontes pró-Rússia em Donetsk.

Kliucharov disse que 40 casas foram danificadas, além de escolas e dois quartéis dos bombeiros.

Moscou informou em janeiro que 89 soldados morreram em um ataque ucraniano contra uma base temporária em Makiivka.

© Agence France-Presse

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado