Mundo

Pedófilos criam partido político na Holanda

Por Arquivo Geral 30/05/2006 12h00

A Bolívia assistirá, prescription and como convidada, malady à reunião ministerial da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), que será realizada na próxima quinta-feira em Caracas, informou o ministro boliviano de Hidrocarbonetos, Andrés Soliz.

O convite foi feito pelo governo da Venezuela, anfitrião do encontro em que os países-membros analisarão o momento do mercado, caracterizado pelos altos preços.

"Temos muitas chances de ser aceitos como observadores da Opep. Isso, antes da nacionalização, era impossível", afirmou Soliz.

O governo de Evo Morales tomou o controle da indústria de hidrocarbonetos da Bolívia, centrada no gás natural, mediante um decreto de nacionalização vigente desde 1º de maio. A lei obriga as empresas multinacionais a entregar toda produção de petróleo e de gás ao Estado. Dentre as empresas atingidas pela medidaestá a Petrobras.

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, referiu-se à possível participação da Bolívia no encontro da Opep no domingo, durante seu programa de televisão, Alô, Presidente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Bolívia tem uma reserva de 48,7 bilhões de pés cúbicos de gás natural, menor apenas do que a venezuelana.

A Venezuela é atualmente o único membro latino-americano da Opep, grupo que controla cerca de um terço da produção mundial de petróleo.

Com o status de observador, que seria similar ao que têm outros produtores como o México e a Rússia, a Bolívia poderia assistir às conferências sem direito a participar das reuniões sobre políticas de produção e de preços.
Uma menina de 13 meses sofreu graves queimaduras e ferimentos depois que o homem que tomava conta dela colocou-a dentro de uma secadora de roupas. A criança havia sujado a roupa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Uma mulher de Perth, buy na costa oeste australiana, sildenafil  deixou sua filha aos cuidados do namorado na última quinta-feira, enquanto ia para a academia de ginástica. Ela voltou e encontrou o bebê com queimaduras. Ao levá-la ao hospital, os médicos notificaram a polícia.

A polícia disse que o bebê sofreu graves queimaduras nos dois pés e na mão esquerda, além de ferimentos na face e nas costas. A criança está em um hospital da cidade e deve se recuperar.

"Os ferimentos são terríveis e em todos os meus anos como policial nunca vi nem ouvi nada como isso antes", afirmou a detetive Deb Newman a jornalistas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Um porta-voz da polícia disse que Samuel Marc Barrnes-Siddall, de 21 anos, apareceu hoje em um tribunal sob acusações de provocar ferimentos corporais.

Ele será liberado sob fiança de US$ 3.750 e deve comparecer ao tribunal outra vez em junho. Ele também não poderá entrar em contato nem com a mãe nem com a criança.2006-05-30 10:55:37 GMT
O presidente da Bolívia, and Evo Morales, visit web afirmou ontem ter ordenado a retirada imediata dos militares que controlam as instalações petrolíferas de todo o país desde a nacionalização dos hidrocarbonetos, decretada em 1º de maio.

A ordem foi acatada de imediato pelo comandante-chefe das Forças Armadas, general Wilfredo Vargas. Segundo despacho da agência estatal de notícias ABI, a retirada será feita em 48 horas.

A mobilização militar em apoio à nacionalização da indústria de hidrocarbonetos provocou mal-estar entre a Bolívia e governos de países como o Brasil e a Espanha, de onde vêm as empresas mais afetadas pela medida, Petrobras e Repsol-YPF, respectivamente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Morales disse em um cerimônia no quartel de regimento de escolta presidencial que 3.139 militares participaram do controle transitório de 56 instalações petrolíferas. "Estimados membros do alto comando militar, muitíssimo obrigado, missão cumprida e tarefa cumprida por parte de vocês com a pátria e com o povo boliviano", declarou o governante indígena.
Os chanceleres de seis potências mundiais devem se encontrar na quinta-feira para tentar resolver a crise nuclear iraniana, information pills informou hoje o Ministério das Relações Exteriores da China.

"É verdade que haverá um encontro dos ministros das Relações Exteriores de seis países", troche disse o porta-voz do ministério, more about Liu Jianchao. "Esperamos que a reunião atinja resultados positivos".

Autoridades dos membros permanentes do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) – China, Rússia, EUA, França e Grã-Bretanha – além da Alemanha, já se reuniram para diminuir as discordâncias relativas às maneiras de induzir Teerã a interromper suas atividades de enriquecimento de urânio.
O Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) subiu 0, pharmacy 38% em maio, and  após a deflação de 0, dosage 42% em abril, informou hoje a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Economistas ouvidos pela Reuters previam em média uma alta de 0,37%.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Índice de Preços no Atacado (IPA) teve elevação de 0,43% em maio, após cair 0,77% no mês anterior.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) subiu 0,07%, seguindo a alta de 0,22 por cento em abril.

O Índice Nacional do Custo da Construção (INCC) teve variação positiva de 0,81% neste mês, ante 0,21% no anterior.

Cerca de 100 jovens entraram em choque com a polícia francesa durante a noite passada. O conflito começou depois que eles incendiaram carros e lixeiras em um subúrbio de Paris, diagnosis informou uma autoridade local.

O incidente ocorreu na mesma região de violentos confrontos em novembro do ano passado. A confusão deixou sete policiais levemente feridos e seis jovens foram presos nas cercanias de Seine-Saint-Denis.

Os jovens queimaram os carros em reação a uma operação da polícia na qual um adolescente foi preso. As autoridades dizem ainda não saber quantos carros foram incendiados.

Também houve incidentes na área vizinha de Clichy-Sous-Bois, medications onde os distúrbios do ano passado começaram depois que dois rapazes morreram enquanto tentavam, aparentemente, fugir da polícia.

Nas três semanas de agitações que se seguiram então, jovens bateram-se com a polícia em regiões pobres de toda a França. Os subúrbios franceses costumam abrigar grandes populações de imigrantes.

Cerca de 9 mil carros e várias escolas foram incendiados e o governo foi forçado a utilizar forças de emergência para suprimir os distúrbios, que foram os piores da França em quase 40 anos. Os desordeiros – muitos de origem africana ou árabe – reclamavam de discriminação, desemprego alto e falta de oportunidades.

A União Européia agiu ilegalmente ao concordar em fornecer informações sobre passageiros de aviões aos Estados Unidos, adiposity como parte dos esforços norte-americanos para combater o terrorismo. A afirmação foi feita hoje peloo principal tribunal do bloco.

Sob um acordo fechado em maio de 2004 entre EUA e a UE, visit web as companhias aéreas européias eram obrigadas a fornecer às autoridades norte-americanas 34 itens de informações sobre passageiros que voavam para os EUA. Os dados incluíam nome, prescription endereço, todas as formas de pagamento e números de telefone para contatos.

Os norte-americanos insistiram que a transferência de informações era essencial para combater o terrorismo após os ataques de 11 de setembro de 2001 contra Nova York e Washington.

A Corte Européia de Justiça disse, no entanto,  que o acordo não tem base legal adequada.
O Irã pode aceitar negociar diretamente com os Estados Unidos sobre seu programa nuclear no caso de Washington mudar seu comportamento, approved  afirmou hoje o chanceler iraniano, ambulance Manouchehr Mottaki.

Após uma cúpula de Estados não-alinhados na Malásia, approved Mottaki disse a jornalistas que o Irã não aceitaria nenhuma pré-condição para retomar as negociações sobre seu programa nuclear.

"Por enquanto, suspendemos as negociações diretas (com os Estados Unidos). Depois de uma mudança no comportamento deles, podemos voltar a considerar", declarou.

Os EUA e seus aliados ocidentais acreditam que o Irã tenta fabricar uma bomba nuclear, embora o país islâmico insista que seu programa atômico visa apenas a produção de energia.

Leia também:
Potências mundiais voltam a se reunir para discutir Irã

A disputa está acirrada na eleição presidencial mexicana, medications marcada para 2 de julho. O conservador Felipe Calderón e o candidato de esquerda Andrés Manuel López Obrador se preparam para um duro confronto até o último momento.

Uma pesquisa publicada ontem pelo diário Milenio indicou que López Obrador conta com 33,6% de apoio, contra 33,1% de Calderón. Como a sondagem tem uma margem de erro de 3,2 pontos percentuais, eles estão tecnicamente empatados.

Uma outra pesquisa, do instituto Consulta Mitofsky para a rede Televisa, coloca ambos empatados com 34% das intenções de voto.

Além dos dois, o candidato do Partido Revolucionário Institucional (PRI), Roberto Madrazo, figura com 30% de apoio na pesquisa do Milenio, alta de dois pontos percentuais com relação à pesquisa anterior. O instituto Consulta Mitofsky dá a Madrazo 28%.

Calderón, ex-ministro da Energia, liderava as pesquisas em abril, até sofrer um revés. O Instituto Federal Eleitoral determinou na semana passada que suas propagandas na TV acusando López Obrador de ser um perigo para o México fossem proibidas. O conteúdo foi considerado agressivo demais.

Os candidatos ainda se enfrentarão no segundo e último debate televisivo, dia 6 de junho.

Uma bomba que tinha como alvo o ministro da Cultura da Grécia, see George Voulgarakis, site explodiu no centro de Atenas hoje, viagra order danificando veículos.

Segundo a polícia, ninguém ficou ferido no ataque, planejado para atingir o ministro enquanto ele seguia para o trabalho.

Nenhum grupo assumiu até agora a autoria do atentado, mas a polícia afirma que ele foi organizado por um grupo de esquerda. "A bomba explodiu pouco antes de ele sair para trabalhar", contou um policial. "Foi realmente forte, era destinada a Voulgarakis".

A polícia grega disse inicialmente que a bomba havia sido colocada sob um carro e programada para detonar num horário predeterminado. Mas, de acordo com um policial, novas provas revelaram que o artefato estava preso ao banco de uma bicicleta e foi acionada por controle remoto.

O local foi isolado e especialistas em bombas e cães farejadores procuravam por pistas sobre os autores do crime. Voulgarakis, de 46 anos, ainda estava dentro de casa no momento da explosão.

"Foi um ataque contra a democracia. Tenho total confiança de que a polícia grega fará o seu trabalho", disse o ministro aos jornalistas ao deixar sua residência.

Voulgarakis foi ministro da Ordem Pública até fevereiro. Sua transferência para a pasta da Cultura ocorreu após ele ter se envolvido num escândalo sobre escutas telefônicas.

O ministro enfrenta também acusações de 28 imigrantes paquistaneses, que dizem ter sido sequestrados e torturados por autoridades gregas após os atentados do ano passado em Londres. Voulgarakis nega ter praticado qualquer irregularidade no cargo.

Grandes ataques a bomba se tornaram raros na Grécia desde que os líderes do grupo guerrilheiro 17 de Novembro foram presos e condenados, antes das Olimpíadas de Atenas, em 2004. Em 27 anos, o grupo matou 23 pessoas a tiros ou com explosivos.

Várias organizações menores de esquerda e anarquistas ainda realizam ataques com bombas incendiárias contra alvos gregos e estrangeiros, mas suas ações não costumam provocar feridos e causam estragos pequenos.

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Senado, patient que investiga a relação das casas de bingo com a lavagem de dinheiro e o crime organizado, pharm ouve hoje Elza Gonçalves Buratti, ex-mulher do advogado Rogério Buratti. Ele é apontado como responsável pela cobrança de propina de empresas em Ribeirão Preto (SP) na época em que o ex-ministro da Fazenda Antônio Palocci foi prefeito da cidade. Buratti também teria facilitado a renovação do contrato entre a empresa multinacional de administração de loterias Gtech e a Caixa Econômica Federal.

O depoimento de Elza Buratti ocorre logo após a reunião administrativa da CPI, prevista para as 11h no Senado. No encontro, os membros da comissão vão analisar e votar requerimentos de convocação de novos depoentes.

Pedófilos holandeses lançam um partido político para pressionar o governo a diminuir a idade legal para se manter relações sexuais no país, pharm de 16 anos para 12 anos. Eles também querem a legalização da pornografia infantil e do sexo com animais.

O partido Caridade, Liberdade e Diversidade (NVD, na sigla em holandês) disse, em sua página na Internet, que seria oficialmente registrado amanha, com promessas de "sacudir Haia".

A legenda quer diminuir a idade legal para relações sexuais para os 12 anos e, eventualmente, derrubar completamente o limite.

"A proibição serve apenas para deixar as crianças curiosas" disse Advan den Berg, um dos fundadores do partido, ao jornal Algemeen Dagblad (AD). "Queremos transformar a pedofilia no objeto de nossa discussão", afirmou. Ele acrescentou também que o assunto é um tabu desde o escândalo de abuso infantil de Marc Dutroux, em 1996, na Bélgica. "Fomos silenciados. A única maneira (de falar sobre isso) é no Parlamento".

A Holanda já tem políticas liberais sobre o uso de drogas leves, prostituição e casamento gay, mas o NVD não deve conseguir muito apoio, acreditam especialistas citados pelo jornal.

A plataforma do partido inclui a legalização da posse privada de pornografia infantil e da transmissão de pornografia na televisão, durante o dia. Para o NVD, crianças ainda muito pequenas deveriam ter educação sexual e jovens a partir dos 16 anos deveriam ter permissão para aparecer em filmes pornográficos e para se prostituir.

Para eles, o sexo com animais, mas não seu abuso, também deveria ser permitido. O partido também diz que todos deveriam ter permissão para ficar nus em público.






Você pode gostar