Menu
Mundo

Novo governo é formado no Haiti

Redação Jornal de Brasília

11/06/2024 16h33

A formação de um novo governo no Haiti, cuja missão será restaurar a segurança e a estabilidade neste país do Caribe devastado pela violência das gangues, foi anunciada oficialmente nesta terça-feira (11).

O decreto com a nomeação dos membros do novo gabinete foi publicado no diário oficial haitiano, Moniteur, duas semanas depois de o conselho de transição designar Garry Conille como primeiro-ministro interino.

Este último também exercerá a função de ministro do Interior, segundo o texto.

Dominique Dupuy, representante do Haiti na Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), ficará a cargo da pasta de Relações Exteriores.

Mergulhado no caos há vários anos como resultado da violência de gangues armadas, o Haiti está finalizando a definição de suas autoridades para um período de transição.

O ex-primeiro-ministro Ariel Henry, nomeado pouco antes do assassinato do presidente Jovenel Moïse em 2021, teve uma gestão bastante polêmica e viu-se forçado a renunciar em 11 de março.

Naquele mesmo dia, foi estabelecido o princípio de criar um conselho presidencial de transição, durante uma reunião entre haitianos e vários países, entre eles os Estados Unidos, além de organizações como a Comunidade do Caribe.

O conselho de nove membros (sete com direito a voto e dois observadores) foi formado oficialmente em abril. Seu mandato deve finalizar o mais tardar em 7 de fevereiro de 2026.

Seus membros tinham como principal responsabilidade nomear “rapidamente” um primeiro-ministro, assim como um governo “inclusivo”.

© Agence France-Presse

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado