Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Mundo

Mulher de Trump é acusada de plagiar discurso de Michelle Obama

Por Arquivo Geral 19/07/2016 10h36
REUTERS/Mike Segar/File Photos

A aparição da esposa de Donald Trump na convenção dos Republicanos causou furor mundial. Isso porque Melania Trump, eslovena naturalizada norte-americana, fez um discurso com várias falas idênticas às de Michelle Obama, em seu pronunciamento feito oito anos atrás, na Convenção dos Democratas, quando Barack Obama consolidou sua candidatura à presidência dos Estados Unidos.

A ex-modelo, apresentada pelo marido como “futura primeira-dama”, falou para uma plateia em Cleveland, Ohio. Ao comentar sua infância na antiga Iugoslávia, ela disse que  “Desde muito jovem, meus pais me inculcaram os valores de que se trabalha duro pelo se que quer na vida, que sua palavra é sagrada e que se deve cumprir o que promete, de que se trata as pessoas com respeito”. As palavras são quase idênticas às usadas em 2008 por Michelle Obama: “Barack e eu fomos educados com valores muito similares: trabalhar duro pelo que se quer na vida, que sua palavra é sagrada e que se cumpre o que promete, que se deve tratar as pessoas com dignidade e respeito”.

Mas as coincidências não para aí. Melania disse que valores devem ser transmitidos aos jovens para que “as crianças neste país saibam que o único limite a suas conquistas é a força de seus sonhos e o quão estejam dispostos a trabalhar por eles”, frase semelhante a outra dita por Michelle.

Ao elogiar seu pai, a similaridade dos discursos foi ainda mais evidente. Melania disse que as virtudes de seu pai, “sua integridade, compaixão e inteligência se refletem hoje em mim e em meu amor pela minha família e por este país”. Já Michelle falou que a “integridade, compaixão e inteligência” de sua mãe se refletiam em suas duas filhas.

Ao fim do discurso, as redes sociais já mostravam as semelhanças entre as falas. Trump, que quebrou um histórico protocolo e subiu ao palco no primeiro dia de convenção, elogiou a fala de Melania no Twitter: “foi uma honra apresentar a minha esposa, Melania. Seu discurso e seu porte foram incríveis. Muito orgulhoso”. Já o comitê de campanha do republicano considerou as acusações de plágio um “ verdadeiro absurdo”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar