Menu
Mundo

EUA denuncia eleições na Rússia como ‘incrivelmente antidemocráticas’

“Acredito que se pode dizer que provavelmente não haverá uma ligação de parabéns por parte dos Estados Unidos”

Redação Jornal de Brasília

18/03/2024 15h27

As eleições na Rússia foram “um processo incrivelmente antidemocrático”, afirmou, nesta segunda-feira (18), um porta-voz do Departamento de Estado americano, segundo o qual Washington não parabenizará o presidente Vladimir Putin, declarado vencedor por ampla margem.

“Acredito que se pode dizer que provavelmente não haverá uma ligação de parabéns por parte dos Estados Unidos”, disse Vedant Patel.

“Provavelmente, deve permanecer como presidente da Rússia, mas isso não é desculpa para sua autocracia”, disse Patel.

Patel culpou Putin por desqualificar e prender adversários e pela morte na prisão, antes das eleições, de um de seus oponentes mais proeminentes, Alexei Navalny.

Os russos “merecem eleições livres e justas e a habilidade de escolher entre um conjunto de candidatos que representem diversidade de expressões”, afirmou Patel.

© Agence France-Presse

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado