Mundo

Coréia do Sul condena fundador da Daewoo a dez anos de prisão

Por Arquivo Geral 30/05/2006 12h00

O ministro da Agricultura, medical health Pecuária e Abastecimento, dosage Roberto Rodrigues, disse acreditar que em 2007 a agricultura brasileira começará a sair da crise econômica. Em entrevista coletiva concedida hoje a emissoras de rádio, o ministro classificou a crise como a maior enfrentada pelo setor nos últimos 40 anos.

"Hoje estamos no fundo do poço, mergulhados num pântano de dívidas, de renda quebrada e de dificuldades muito grandes. Mas, se construirmos esse projeto coletivo e articulado de medidas, teremos sem dúvida uma agricultura cada vez mais estabilizada e mais competitiva".

Para Rodrigues, há espaço para otimismo em função de fatores como mudanças na área cambial e programas estruturantes que estão sendo desenvolvidos. "Temos o compromisso do governo de que algumas mudanças na área cambial virão e, portanto, esse fator essencial, responsável pela crise que é o câmbio, terá uma modificação positiva à agricultura".

No que se refere às ações estruturantes, ele citou as propostas de reformulação do seguro rural e de extensão do chamado regime de drawback para todos os produtos do agronegócio.

Por esse modelo, há a isenção de impostos na importação de matérias-primas desde que o produto final seja exportado. Atualmente, essa isenção vale apenas para frutas, algodão, camarão, carne de frango e carne suína, mas, segundo Rodrigues, o ministério vai enviar uma mensagem à Câmara de Comércio Exterior (Camex) pedindo a extensão do regime aos demais produtos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Se somar tudo isso, câmbio, preço melhor e um seguro rural mais consistente, eu acredito que a partir do ano que vem a gente comece a sair da crise de forma bastante articulada e consistente", afirmou o ministro.

As medidas estruturantes fazem parte do pacote para agricultura anunciado pelo governo federal na última quinta-feira. Entre as principais ações emergenciais do Plano Agrícola e Pecuário, o chamado Plano Safra 2006-2007, está o refinanciamento das dívidas rurais referentes ao custeio da safra 2005-2006.

De acordo com o plano, parte do crédito será prorrogada automaticamente pelo prazo de quatro anos, em parcelas anuais – a primeira vence um ano após a data de renegociação. O montante que será prorrogado vai variar de 20% a 80% do total, dependendo da região do país e do produto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O governo também anunciou aumento nos recursos para o Plano Safra 2006-2007: serão destinados R$ 50 bilhões para a agricultura comercial (mais 13% que na safra anterior) e R$ 10 bilhões para a agricultura familiar (aumento de cerca de 10% em relação aos recursos liberados na safra passada).

"Estou convencido de que vamos ter melhoria nas condições de renda de maneira que o conjunto de medidas até agora anunciado seja suficiente para resolver essas questões de renda", afirmou Rodrigues. O ministro destacou que a renegociação vai beneficiar grande parte dos produtores brasileiros, mas disse reconhecer que nem todos poderão ser atendidos pelas medidas anunciadas.

O presidente do Timor Leste, website like this Xanana Gusmão, divulgou hoje medidas para combater a crise de violência no país. Entre elas, a "entrega voluntária e imediata de armas de fogo, munições, explosivos, armas brancas ou qualquer equipamento militar às autoridades, designadamente às forças internacionais". Gusmão assumiu a "responsabilidade principal" pelas áreas da defesa e segurança.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em declaração sem direito a perguntas, o presidente timorense admitiu ainda a possibilidade de decretar estado de sítio no país, com autorização prévia do Parlamento, como prevê a Constituição. As informações foram dadas no Palácio das Cinzas, em Díli, após reunião de dois dias do Conselho de Estado, órgão de consulta do presidente.

No encontro, Xanana Gusmão aconselhou o primeiro-ministro, Mari Alkatiri, a demitir os ministros da Defesa, Roque Rodrigues, e do Interior, Rogério Lobato. "Aconselhei o primeiro-ministro a considerar que os dois ministérios devem ter novas pessoas, novos elementos para lidar com a atual situação de crise", afirmou o presidente.

De acordo com o embaixador do Brasil em Timor Leste, Antônio Souza e Silva, cerca de 50 mil pessoas "estão em escolas, igrejas e centros comunitários, com medo de serem queimadas em suas próprias casas". Os conflitos envolveriam soldados e ex-militares.

Leia também:
Gusmão assume controle das forças de segurança do Timor Leste

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Um indivíduo de cor parda, order com idade entre 50 e 55 anos, stomach foi atropelado ontem, viagra 40mg por volta das 19h50, na DF 180, km 32, em Brazlândia. O veículo que o atingiu não foi identificado, pois o condutor fugiu. A vítima morreu no local do acidente. Policiais investigam o crime.

Na Estância III, em Planaltina, Ronivon Pereira da Silva, 27 anos, levou dois tiros, um na cabeça e outro nas costas, por volta das 17h40 de ontem. O homem morreu no local. A 16ª Delegacia de Polícia apura o caso.

A Secretaria da Defesa Civil recomenda que os brasilienses tomem precauções, shop entre maio e setembro, em virtude das condições climáticas e meteorológicas que ocorrem no Distrito Federal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A alteração no clima de Brasília é causada pelos baixos índices de umidade relativa do ar onde o horário crítico é de 11h e 16h, com variações bruscas da temperatura e ventos fortes, nebulosidade, névoa seca, concentração de partículas na atmosfera, surgimento de doenças respiratórias e aumento das possibilidades de ocorrências de incêndios urbanos e rurais.

A estiagem, além de afetar o meio ambiente (fauna e flora), provoca o surgimento de várias doenças na população, tais como: pequenas hemorragias nasais, casos graves de diarréia e vômitos, pequenos traumatismos em crianças expostas ao frio e ao calor e disfunção das atividades orgânicas.

Com a secura do ar e a umidade baixa, o organismo humano perde grandes quantidades de líquidos, o que facilita a formação de cálculos renais e desidratação. Segundo a Organização Internacional de Proteção Civil, se o nível de umidade ficar abaixo de 12%, o indivíduo deve adotar medidas preventivas especiais.

Por isso a Defesa Civil recomenda à população:

•  Aumentar a ingestão diária de líquidos, independente de apresentar sede ou não (beber pelo menos seis copos d’água de tamanho médio);
•  Evitar os banhos prolongados com água quente e o uso excessivo de sabonete para não eliminar totalmente a oleosidade natural da pele;
•  Pingar duas gotas de soro fisiológico em cada narina, pelo menos 6 vezes ao dia, este procedimento evita o ressecamento nasal diminuindo a ocorrência de sangramento;
•  Evitar ligar os aparelhos de ar condicionado, pois eles retirarão ainda mais a umidade do ambiente;
•  Colocar toalhas molhadas e bacias com água nos quartos durante todo o dia, isto manterá o ar do ambiente mais úmido, trajar roupas adequadas às condições do tempo;
•  No calor, usar roupas leves e se possível de algodão;
•  Realizar refeições leves, incluindo frutas e verduras sempre que possível;
•  Evitar exercícios físicos das 11h às 16h.Nesse período, a insolação e evaporação atingem seus índices máximos;
•  Usar creme hidratante ou óleo vegetal em abundância, para evitar o ressecamento da pele.

Já para escolas a Subsecretaria do Sistema de Defesa Civil, órgão da Secretaria de Segurança Pública, recomenda os seguintes procedimentos:

•  Manter bebedouros, inclusive de emergência (potes e garrafas) em número acima dos já existentes, com boas condições de higiene e qualidade da água;
•  Durante as aulas perguntar com freqüência (a cada 20 minutos) se algum aluno quer água;
•  Estar atento aos alunos com ânimo abatido ou queda rápida de rendimento e comunicar a direção da escola;
•  Estar atento para detectar crianças enfermas, principalmente, nos quadros com perda de líquidos (febril, diarréia, gripe, tosse etc.);
•  Acompanhar, com maior atenção, as crianças com aspectos de aparente desnutrição;
•  Manter as salas de aula com a máxima ventilação possível;
•  Suspender exercícios físicos no sol ou sob o teto metálico de cimento ou amianto sem isolamento térmico, ou ainda em locais pouco arejados. Planejar outras atividades afins, possibilitando a administração de água mais freqüentemente, independente da vontade dos alunos;
•  Para que alunos e professores não permaneçam muito tempo nas salas de aulas aquecidas pelo sol e com pouca aeração, planejar atividades externas intercaladas e sugerir o rodízio de salas;
•  Recomendar aos alunos menores, que tragam copos à escola;
•  Recomendar a merenda com alimentos mais leves e úmidos, de fácil digestão; criar oportunidade para que as crianças umedeçam as narinas e a face pelo menos uma vez por período;
•  Promover reuniões com os pais ou responsáveis, se possível com apoio do médico e agentes de saúde dos organismos locais da Secretaria de Saúde, orientando-os sobre procedimentos domiciliares para prevenção da desidratação;
•  Em presença de desmaios, tonturas, câimbras e mal estar, paralisar de imediato atividade do aluno, umedecer as têmporas, faces e narinas e providenciar atenção urgente do médico ou agente de saúde. Comunicar aos pais do aluno e recomendar providências;
•  Manter elevada vigilância de higiene no ambiente escolar, pátios, sanitários e salas de aula;
•  Se possível umedecer diariamente, o piso das salas de aula e pátios cimentados e cerâmicos, com dois baldes de água aproximadamente;
•  Recomendar às crianças que usem vestimentas adequadas à temperatura do dia ou da hora da aula;
•  Promover atividades educativas com alunos em torno do assunto desidratação, relevando a higiene pessoal, do ambiente e dos alimentos e procedimentos para amenizar os efeitos da baixa umidade do ar.

É muito importante que a população siga as recomendações da Secretaria de Defesa Civil, pois desta forma poderá evitar o surgimento de vários problemas de saúde como: desidratação, diarréia, asma, rinite, sinusite, gripe, resfriado, bronquite, sangramento nasal, entre outros.

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran/DF) inaugura, treat hoje à tarde, buy os dois primeiros semáforos da região administrativa de Brazlândia. Um no cruzamento da Via LW1 com a Via NS2 e outro na Via SN1, em frente ao Quartel da Companhia da Polícia Militar Independente (CPMInd).

Depois da realização de estudos técnicos, a Diretoria de Segurança de Trânsito do Detran (Dirset) decidiu atender a reivindicação da comunidade e da Administração Regional de Brazlândia, com a instalação dos equipamentos.

Conforme o diretor de Segurança de Trânsito, Antônio Bonfim, os semáforos vão aumentar a segurança de pedestres e condutores, além de facilitar o percurso das linhas de ônibus. O sistema será acionado na presença do diretor-geral do Detran, Edimar Braz de Queiroz, do diretor de Segurança de Trânsito, Antônio Bonfim, e do administrador de Brazlândia, Eumar Aires Cavalcante.

O ex-presidente da Caixa Econômica Federal, find Jorge Mattoso, troche prestou ontem depoimento à Polícia Federal. Ele assumiu a culpa pela quebra de sigilo do caseiro Francenildo Costa, que esteve na CPI dos Bingos e confirmou a presença do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci nas reuniões da chamada “República de Ribeirão Preto”, em uma mansão de Brasília.

Mattoso tirou a responsabilidade de Palocci em relação à quebra do sigilo e afirmou ter decido por conta própria pedir a emissão do extrato do caseiro. O ex-presidente, porém, não convenceu a PF, pois teria entrado em contradição. Com isso, ele complica a situação de Palocci e do senador Tião Viana (PT/AC). Este último poderá ser convidado a prestar depoimento.

Com o depoimento de Mattoso, a PF reforçou a tese de que ele simulou uma consulta quando solicitou à Seção de Informática um pesquisa da conta de Francenildo, em 17 de março. A Polícia tem provas de que Palocci já estava com o extrato do caseiro na noite anterior, 16 de março. O ex-ministro tentava provar que Francenildo teria recebido propina para falar à CPI.

Agora a PF ouvirá o chefe de gabinete do ministro da Justiça, Cláudio Alencar, e o secretário de Direito Econômico, Daniel Goldberg. Ambos estiveram com Palocci no período do vazamento das informações da conta.

Cientistas estão preocupados com o repentino aumento no número de casos de gripe aviária entre os moradores da Indonésia. Eles alertam que um fracasso nos esforços para controlar a situação pode aumentar o risco de o vírus sofrer certas mutações e provocar uma pandemia.

No entanto, remedy especialistas do país disseram que as seis últimas pessoas contaminadas haviam, link provavelmente, cialis 40mg  adquirido o vírus de aves doentes. Eles descobriram que, em três casos, as vítimas pegaram o H5N1 dias depois de suas galinhas terem morrido. Dos seis, três morreram.

Embora a maioria dos doentes morassem longe uns dos outros, os casos deixaram a comunidade científica preocupada. Isso porque a Indonésia é um dos poucos lugares do mundo onde continua a haver um constante aumento no número de pessoas atingidas pela doença.

"Claro que estou preocupado. A coisa não melhorou na Indonésia, esta não é uma boa situação. O governo e a OMS (Organização Mundial da Saúde) precisam monitorar isso bem de perto", afirmou Leo Poon, da Universidade de Hong Kong. "A vigilância não é, obviamente, boa, e, para um país tão grande como esse, as pessoas deveriam talvez ser ensinadas a evitar essa doença", acredita.

Especialistas dizem que, quanto mais o vírus penetrar na população humana, maiores as chances de que sofra mutações que o capacitem a passar de forma eficiente de uma pessoa para outra.

A mulher do deputado José Janene (PP-PR), more about Stael Fernanda Rodrigues de Lima Janene, e dois assessores do parlamentar tiveram os bens seqüestrados e as contras bancárias bloqueadas por decisão da Justiça Federal.

Janene, ex-líder do PP na Câmara, é acusado de envolvimento no escândalo do mensalão. O parlamentar tem escapado do processo de cassação porque está de licença médica desde o final de 2005. Ele tem depoimento marcado para amanhã no Conselho de Ética, mas deverá alegar exames médicos para não comparecer.

A ordem de seqüestro dos bens partiu da 2ª Vara Federal Criminal de Curitiba. A decisão saiu no final da semana passada, mas só foi divulgada ontem, quando as medidas tinham sido executadas. Há duas semanas, Stael e os dois assessores de Janene, Mehedin Hussein Jenani e sua mulher Rosa Alice Valente, tiveram documentos e computadores recolhidos pela Polícia Federal.

Apesar de ganhar R$ 5 mil como assessora do marido, Stael engordou o patrimônio em R$ 2 milhões, de acordo com a PF. Os assessores também são investigados por movimentarem recursos incompatíveis com a renda.

Os países não-alinhados devem dar apoio ao Irã em seu impasse nuclear com as potências ocidentais, viagra sale revelou uma declaração preparada hoje e que deve ser divulgada no final de um encontro realizado na Malásia.

Os 114 membros do Movimento Não-Alinhado (NAM, na sigla em inglês) devem adotar o texto, que não critica as atividades nucleares do Irã e vê o governo iraniano cooperando com a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA).

O texto chama atenção para a necessidade de os envolvidos continuarem cooperando, mas ressalta ser contrário a qualquer ataque contra instalações nucleares do país islâmico.

"Os ministros reafirmaram a inviolabilidade das atividades nucleares pacíficas e que qualquer ataque ou ameaça de ataque contra instalações nucleares pacíficas representa um grande perigo para os seres humanos e para o meio ambiente", informou o documento.

O comunicado ainda pode ser alterado pelos ministros na sessão final do encontro, mas as declarações contidas nele já ficaram menos incisivas depois da oposição de países aliados dos EUA como Cingapura, Jamaica e China. Espera-se que a nova versão dele seja aprovada.

Os EUA e outras potências ocidentais acreditam que o Irã tenta fabricar bombas nucleares. O governo iraniano, no entanto, repete que seu programa atômico visa exclusivamente à produção de energia.
Um tribunal da Coréia do Sul sentenciou o fundador do grupo Daewoo a 10 anos de prisão e ordenou o confisco de 21, website 4 trilhões de wons (US$ 22 bilhões) por fraude e desvio de verbas no maior escândalo financeiro do país.

Kim Woo-choong, more about 69 anos, transformou a Daewoo no segundo maior conglomerado da Coréia do Sul antes da crise de 1999, quando seu império desabou sob dívidas de mais de US$ 75 bilhões.

A Corte do Distrito Central de Seul considerou o executivo culpado de fraude em empréstimos bancários securitizados, contabilidade financeira forjada para falsificação de ativos e desvio de fundos da companhia.

O tribunal também determinou que ele deve pagar multa criminal de 10 milhões de wons.

"Há uma necessidade de mostrar que há uma pesada pena a cumprir quando você comete atos que traem a confiança nas entidades econômicas, como falsificação de contas ou obtenção de empréstimos fraudulentos", disse o juiz Hwang Hyun-joo na sentença que condenou Kim.

Em 1999, o governo sul-coreano assumiu controle sobre as dívidas da Daewoo. A partir daí, a gigante multinacional que atuava em construção civil, automóveis e construção de navios, foi dividida em uma série de negócios.






Você pode gostar