Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

Fitch reafirma rating ‘BB-‘ da Eletrobras, com perspectiva negativa

A Fitch revisou ainda sua avaliação do perfil de crédito autônomo da Eletrobras, refletindo a melhoria da estrutura de capital da empresa

Foto: Pilar Olivares/Reuters

A Fitch reafirmou a classificação ‘BB-‘ para Eletrobras. A nota se aplica aos ratings de inadimplência de emissor (IDR) de longo prazo em moeda estrangeira e local, assim como de títulos sêniores sem garantia. A perspectiva é negativa para os IDRs e estável para a dívida em escala nacional.

A agência revisou ainda sua avaliação do perfil de crédito autônomo da Eletrobras de ‘b+’ para ‘bb-‘, refletindo a melhoria da estrutura de capital da empresa e o fortalecimento da geração de caixa operacional.

De acordo com os critérios da Fitch, os IDRs da Eletrobras são equalizados com o rating soberano do Brasil (BB-/Negativo), considerando o vínculo próximo entre ambos, enquanto o governo tem um “forte a muito forte” incentivo para fornecer suporte à empresa.

Com isso, perspectiva negativa a dos IDRs da Eletrobras reflete a mesma perspectiva para o rating soberano do Brasil.

A Fitch destaca que não incorpora a potencial privatização da Eletrobras por se tratar de um “evento incerto”.

A agência avalia que caso a companhia se torne uma entidade privada, provavelmente desvinculará o rating da Eletrobras do soberano e analisará a empresa individualmente.

“A privatização deve permitir à empresa obter preços de venda mais elevados associados a parte de seus ativos de geração e maior flexibilidade para gerenciar seus custos”, projeta a Fitch.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Estadão Conteúdo








Você pode gostar