Economia

Varig tem sete vôos cancelados nesta manhã

Por Arquivo Geral 12/06/2006 12h00

Atualizada às 12h34

Com pouco dinheiro para pagar combustível e financiar a manutenção de aviões, remedy prostate a Varig já cancelou ao menos sete vôos hoje, more about seis nacionais e um internacional. Quatro aviões da ponte-aérea deixaram de partir do Rio para São Paulo, buy more about além de dois vôos de Congonhas (SP) para Belo Horizonte e um vôo do Rio para Buenos Aires.

Os dados são da Infraero, estatal que administra os aeroportos do País e da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A companhia, no entanto, admite que apenas quatro aviões da ponte-aérea deixaram de partir do Rio de Janeiro para São Paulo por falta de documentação.

Os cancelamentos ocorrem depois de um fim de semana repleto de imprevistos para os passageiros da companhia. Segundo a Anac, 559 passageiros da Varig tiveram seus vôos para Nova York, México, Miami e Santiago cancelados no final de semana, sendo realocados para hotéis ou outras companhias aéreas.

Segundo a Anac, um vôo para Belo Horizonte também foi cancelado e os passageiros transferidos para a concorrente Gol. "Outros dois para o sul do País também foram cancelados mas por causa do mau tempo", disse a assessoria da agência.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Anac informou que o cancelamento de vôos não são passíveis de punição pela agência, que tem por obrigação apenas checar se os passageiros foram realocados para hotéis ou para outros vôos.

"Não houve problemas nesses cancelamentos, ou seja, todos os passageiros foram atendidos pela empresa", afirmou a assessora.

No mercado doméstico, o atraso na entrega de quatro aeronaves que estavam em manutenção e o mau tempo também provocaram cancelamento de vôos, segundo a própria Varig, que não confirmou no entanto os cancelamentos de vôos internacionais e nem o de Belo Horizonte.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Tivemos problemas na ponte-aérea (Rio-São Paulo) agora de manhã (segunda-feira), mas a partir das 10h vai normalizar. De manhã foram quatro vôos cancelados por demora de documentação da entrega de aviões pela manutenção", informou um assessor de imprensa da Varig.

Segundo ele, no final de semana apenas outro vôo, ligando Rio/Recife/Aracaju/Salvador parou pelo mau tempo.

"Não tivemos nenhum cancelamento internacional", afirmou o assessor contradizendo as informações da Anac.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Varig tem uma frota de 60 aeronaves e 46 estão em condições de voar. Na semana passada, a Justiça de Nova York concedeu o arresto de sete aeronaves da Boeing – cinco MD11 e dois 777 – a partir de amanhã, mesmo dia em que será julgado pela Justiça norte-americana o pedido de arresto de quase toda a frota da empresa.

Hoje, o juiz Luiz Roberto Ayoub, que cuida da recuperação judicial da companhia, anuncia se aceita a única proposta feita no leilão da companhia, na última quinta-feira, por um consórcio liderado pelos trabalhadores da empresa.

Se a proposta de R$ 1 bilhão não for aceita, a falência da companhia poderá ser decretada.

A Anac não quis se pronunciar sobre a hipótese de falência da empresa antes da decisão da Justiça, mas transferiu para o Rio de Janeiro a sua reunião de diretoria de hoje para acompanhar de perto o desfecho da decisão judicial.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar