Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Economia

Saque extraordinário não utilizado volta à conta do FGTS a partir de sábado

Segundo a Caixa, serão devolvidos aproximadamente R$ 9,2 bilhões às contas do Fundo de Garantia, devidamente corrigidos

Por FolhaPress 04/08/2022 8h26
Foto: Reprodução/Agência Brasil

Natalie Vanz Bettoni
Curitiba, PR

Os valores do saque extraordinário que não foram movimentados pelos trabalhadores começam a retornar para a conta do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) neste sábado (6).

Segundo a Caixa, serão devolvidos aproximadamente R$ 9,2 bilhões às contas do Fundo de Garantia, devidamente corrigidos.

Se o trabalhador fez alguma retirada do saque extraordinário, em qualquer quantia, o saldo restante permanece na conta do Caixa Tem. O dinheiro também não será devolvido à conta do FGTS nos casos em que o trabalhador solicitou o saque extraordinário no App FGTS, mesmo que não tenha feito o saque depois.

Se, após o retorno da quantia à conta do FGTS, o trabalhador desejar utilizar o saque extraordinário, pode solicitá-lo por meio do App FGTS até o dia 15 de dezembro de 2022. Segundo a Caixa Econômica Federal, após a solicitação, o crédito será feito na conta digital do Caixa Tem em até 15 dias.

O QUE É?

A Caixa depositou até R$ 1.000 na conta do Caixa Tem de aproximadamente 43,7 milhões de trabalhadores em 2022, de acordo com a medida provisória 1.105, de 17 de março de 2022. Ao todo, cerca de R$ 30,1 bilhões foram pagos.

Os valores creditados automaticamente ficam disponíveis para movimentação pelo trabalhador pelo prazo de 90 dias, conforme o calendário de pagamentos da Caixa, e, caso não sejam sacados, retornam para as contas do FGTS com correção monetária.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar