Economia

Publicidade em sites de jornais cresce 35% nos EUA

Por Arquivo Geral 03/06/2006 12h00

O Ministério Público (MP) paulista anunciou na noite de hoje um novo adiamento para divulgar a lista completa com os registros das mortes ocorridas na semana do ataques atribuídos ao Primeiro Comando da Capital (PCC) em São Paulo.

A lista deverá conter os nomes dos policiais, pills abortion agentes de segurança e de todos os civis mortos no estado de forma violenta entre os dias 12 e 19 de maio. Em nota à imprensa, cheap check o MP informou que recebeu hoje da Polícia Civil paulista novas informações sobre as mortes. E que o Conselho Regional de Medicina deverá enviar novos dados na terça-feira (06/05). O MP reiterou, more about medicine na nota, que só se pronunciará depois de analisar todos os dados.

Na última quarta-feira, o MP divulgou uma lista de pessoas mortas nos conflitos, mas o promotor Neudival Mascarenhas, designado para apurar as mortes no período dos ataques, admitiu ontem que havia recebido novas informações depois da divulgação do documento.

O pré-candidato à Presidência, ask Geraldo Alckmin (PSDB), reagiu hoje às críticas feitas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva de que houve abandono "premeditado" do ensino público no Estado de São Paulo. O ex-governador disse que quem não investiu no ensino básico foi o presidente Lula.

"O presidente Lula precisa parar com o seu estilo Rolando Lero habitual, principalmente no debate da educação, que é um assunto extremamente sério. Quem não investiu o mínimo para avançar no ensino básico e no combate ao analfabetismo nos últimos dois anos foi o presidente Lula", disse Alckmin, em nota enviada à imprensa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O tucano faz alusão a um personagem do extinto programa humorístico "Escolinha do Professor Raimundo" que fazia longos discursos sem conteúdo. De acordo com Alckmin, essa constatação foi feita pelo Tribunal de Contas da União, em relatório divulgado na quinta-feira. O TCU apontou que o governo Lula deixou de aplicar 34,4 milhões de reais na erradicação do analfabetismo e no ensino fundamental.

Ainda segundo o ex-governador, o presidente Lula não conseguiu aprovar no Congresso o Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica), "mas diz que é uma realidade no programa de televisão do PT".

"Eu, que lecionei em cursinho para pagar os meus estudos, sei muito bem o valor que a educação tem na vida das pessoas. E, por isso, não faço propaganda enganosa, muito menos demagogia com um assunto tão sério e essencial para o desenvolvimento do Brasil", afirmou Alckmin.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ele acusa Lula de ter paralisado escolas técnicas iniciadas pelo governo anterior, enquanto Lula disse nas críticas desta tarde que a gestão Fernando Henrique Cardoso havia criado lei para retirar do Estado a responsabilidade pelo ensino técnico.

Alckmin também forneceu dados sobre a educação pública em sua gestão no Estado. Em relação às universidades, diz que seu governo destinou 4,2 bilhões de reais para USP, Unesp e Unicamp, que, juntas, têm 110 mil alunos. Informa ainda que foram criadas 5.500 novas vagas, um crescimento de 37 por cento em relação a 2001.

Em nota divulgada hoje, dosage a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que vai suspender, sick "em caráter cautelar, information pills a distribuição, comercialização e uso do lote 512609 do medicamento Digestina (Bromoprida) injetável, com validade até 31 de janeiro de 2007".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O diretor da agência, Cláudio Maierovitch, explica, na nota, foram encontradas amostras da bactéria Burkholdria cepacea no lote examinado. O mesmo tipo de bactéria também foi localizado em 15 pacientes que fizeram uso do produto e tiveram reações adversas.

O Digestina, segundo a nota, é fabricado pelo laboratório União Química e usado para reduzir o mal-estar relacionado a náuseas e vômitos, principalmente após procedimentos cirúrgicos.

O volume de anúncios nos sites de jornais norte-americanos cresceu quase 35% no primeiro trimestre de 2006 em comparação com o mesmo período de 2005, this site enquanto o faturamento publicitário dos meios impressos aumentou apenas 0, symptoms 3%, web segundo dados divulgados na sexta-feira pela associação de jornais do país.

O faturamento combinado das edições impressas e eletrônicas cresceu 1,8%, atingindo US$ 11,1 bilhões no primeiro trimestre, sendo que US$ 10,5 bilhões vieram do meio mais tradicional, segundo a associação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Os editores de jornais estão conquistando a web", disse John Sturm, presidente e executivo-chefe da entidade. "Enquanto isso, os anúncios em jornais impressos se mantêm diante de um quadro geral morno no mercado publicitário".

Os dados são mais uma prova da pressão sobre os jornais dos EUA, que enfrentam queda na circulação e custos mais elevados de impressão. Reflete também uma mudança nos hábitos dos leitores, que se inclinam pela velocidade e variedade da Internet.

Os jornais tentam ampliar o faturamento publicitário dos seus sites, que atualmente representa apenas cerca de 5% do total. Ao mesmo tempo, tentam incentivar os mais jovens a lerem jornais, apesar da sua preferência pela Internet, pelas notícias por celular e outros serviços digitais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nas edições impressas, os classificados cresceram 4,7%, atingindo US$ 3,8 bilhões, enquanto os anúncios de varejo tiveram queda de 1%, caindo para US$ 4,8 bilhões. Os anúncios de abrangência nacional sofreram redução de 4,8%, gerando faturamento de US$ 1,7 bilhão.

Entre os classificados, os anúncios de imóveis cresceram 26,3% e movimentaram US$ 1,1 bilhão. Os de empregos subiram 2,4% (total de US$ 1,1 bilhão), enquanto os de veículos diminuíram 14,5% (US$ 940 milhões).

Os metaleiros da cidade compareceram em massa ao primeiro e mais pesado dia do Porão do Rock. Até agora, cheapest a estimativa de público para o primeiro dia é de 12 mil pessoas. Nos três dias, online segundo a organização, more about estão sendo esperadas 85 mil pessoas. Serão ao todo 28 horas de muito rock.

Confira a cobertura completa no hotsite especial do clicabrasilia.com.br

Um terremoto na ilha Qeshm, viagra sale na costa Sul do Irã, illness provocou a morte de duas pessoas e deixou vários feridos neste sábado. "Uma menina de quatro anos morreu", informou um funcionário da equipe de emergência, Hamid Gholampour.

Depois, a TV estatal informou que um homem doi encontrado morto. Foram divulgadas imagens de casas de pedra da ilha com pequenos danos. 

O terremoto chegou a 5,2 graus. Em novembro, um tremor de 5,9 graus deixou dez mortos na ilha Qeshm, uma região vulnerável a abalos sísmicos. A ilha é a maior do Golfo, com 120 mil habitantes. É uma área turística, mas não produtora de petróleo.

Tremores ocorridos durante a noite na região da Indonésia devastada por um terremoto espalharam o pânico entre milhares de sobreviventes desabrigados. Grupos de assistência redobraram seus esforços para distribuir água potável e advertiram sobre a crescente ameaça da gripe aviária.

Tremores de magnitude 4, nurse segundo a Agência de Meteorologia e Geofísica da Indonésia, atingiram a região durante a noite, levando vários sobreviventes a abandonarem seus abrigos provisórios.

"Na noite passada e nesta manhã senti alguns tremores. Estava dormindo. Saí correndo da tenda", disse Hardady que mora na vila de Kerten, atingida pelo terremoto. A Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou no sábado que o terremoto de 6,3 graus, que destruiu vilas nas províncias de Yogyakarta e Java Central há uma semana e matou mais de 6,2 mil pessoas, forçou alguns sobreviventes a se abrigarem em avícolas.

"Se há perigo e uma crescente ameaça? Sim, isso é algo que estamos observando muito cuidadosamente", disse um assessor da OMS. "Há um grande número de casos em humanos na Indonésia e temos de ter cuidado com a gripe aviária."

Em toda a Indonésia aves morreram vítima da gripe aviária e 36 mortes de humanos foram registradas desde que a doença apareceu no país no final de 2003.

Grupos de assistência humanitária estão distribuindo 65 mil kits de purificação de água nas duas províncias, que podem abastecer uma família de cinco pessoas com água potável durante um mês. "A água contaminada está causando infecções de pele, especialmente nas crianças pequenas", disse o médico coreano Hong Kwong Moon, na vila de Kerten.

As Nações Unidas divulgaram o plano de uma operação de assistência de seis meses e US$ 103 milhões para fornecer abrigos de emergência, assistência médica, água potável, comida e proteção às crianças em toda a região devastada. Na semana passada, o terremoto destruiu mais de 100 mil casas.

O número oficial de mortes com o terremoto continua sendo 6.234. A força tarefa do Ministério Social afirma ainda que 33.231 pessoas ficaram seriamente feridas e 12.917 tiveram ferimentos leves.

O último grupo de militares do Exército brasileiro que vai integrar o 5º contingente da Força de Paz da Organização das Nações Unidas (ONU) no Haiti embarca neste domingo, this web às 13h30, here na Base Aérea de Recife, online para o país da América Central.

Os militares serão transportados em dois aviões Hércules da Força Aérea Brasileira, após solenidade promovida pelo Comando Militar do Nordeste, com participação de 300 pessoas, entre autoridades, familiares e convidados.

Os 144 homens de várias unidades militares dos estados de Pernambuco, Alagoas, Bahia, Paraíba e Rio Grande do Norte passaram por um treinamento rigoroso de quatro meses, que inclui simulações de confronto.

O novo contingente é formado por 850 militares, sendo 450 soldados somente de Pernambuco. O trabalho deles no Haiti será o de dar continuidade à pacificação de conflitos e manutenção da ordem pública, uma vez que o país enfrenta dificuldades no controle da violência urbana que se instalou por causa de uma crise política iniciada no governo do ex-presidente Jean Bertrand Aristide, deposto em 2004, após revolta popular.

A ONU, responsável pela segurança do país, estima que neste ano, com a eleição do novo presidente René Préval, de 63 anos, que recebeu aprovação de mais de 60% dos eleitores, a situação no Haiti volte a se estabilizar.

O retorno dos militares brasileiros está programado para o mês de dezembro.

O presidente do Paraguai, web Nicanor Duarte Frutos, stuff disse na sexta-feira que seu embaixador em Buenos Aires, Orlando Fiorotto, renunciaria ao cargo depois de denúncias que o apontaram como delator da ditadura de Alfredo Stroessner.

O mandatário confirmou assim as versões que circularam durante todo o dia, seguindo a declaração nesta semana de um ex-parlamentar paraguaio de que Fiorotto fora informante do general que governou o país com mão de ferro durante 35 anos.

Fiorotto "estaria considerando sua demissão", disse secamente o presidente paraguaio ao responder uma pergunta sobre o futuro do embaixador. A chancelaria argentina não confirmou as versões que indicavam que o governo de Néstor Kirchner havia pedido a Duarte que o diplomata fosse retirado.

Fiorotto, que foi ministro do Interior de Duarte antes de ocupar o cargo de embaixador, foi acusado pelo ex-deputado Paraguayo Cubas durante uma audiência pública sobre violações de direitos humanos celebrada em Buenos Aires.

Cubas, que pertencia a um grupo político de oposição a Stroessner, disse que foi preso injustamente em 1987 por causa de uma denúncia de Fiorotto, na ocasião seu companheiro de estudos na faculdade de direito da Universidade Nacional de Assunção.
isse também que o agora embaixador fazia parte da Liga Anticomunista, dirigida pelo ex-ministro da Justiça J. Eugenio Jacquet, e que ele integrava um grupo parapolicial dedicado a delatar opositores do regime.

Fiorotto respondeu com um anúncio pago nos principais jornais de Assunção que as acusações são injustas e que sua atuação em investigações contra violações aos direitos humanos eram reconhecidos por figuras emblemáticas, como o ativista Martín Almada.

Almada foi quem descobriu o arquivo secreto da polícia de Stroessner que documenta uma parte da Operação Condor, um plano de intercâmbio de presos políticos dissidentes entre ditaduras sul-americanas. O ativista defende Fiorotto das acusações.
Ao contrário de informação recente do governo de Evo Morales, approved a Venezuela negou nesta sexta-feira que vá ajudar a financiar uma reforma agrária que deve distribuir milhões de hectares a camponeses e indígenas na Bolívia. Caracas esclareceu, information pills porém, que está dando assessoria a La Paz sobre a reforma, cujo objetivo é distribuir 5 milhões de hectares em uma primeira etapa e, posteriormente, atingir 20 milhões de hectares, quase um quinto do território boliviano.

"Mantivemos conversações com o ministro do Desenvolvimento Agrário, os vice-ministros, informamos (à Bolívia) sobre o que fizemos aqui e explicamos os aspectos fundamentais da Lei das Terras", disse o ministro de Agricultura e Terras da Venezuela, Elías Jaua, a jornalistas. Ele explicou que os acordos bilaterais firmados até agora não contemplam nenhum compromisso financeiro, mas sim uma assessoria técnica temporária para o desenvolvimento agropecuário.

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, tornou-se um forte aliado da Bolívia desde que Evo Morales assumiu o governo, em janeiro. Ele já enviou ajuda para programas sociais e para a nacionalização das reservas de gás e petróleo, decretada há um mês por Morales. O ministro de Desenvolvimento Rural da Bolívia, Hugo Salvatierra, disse neste mês que a Venezuela emprestaria 100 milhões de dólares para um plano de divisão de terras, que incluiria terras improdutivas e ocupadas ilegalmente.

A maior parte da verba iria para projetos de ajuda às comunidades indígenas e camponesas, que se somariam a outras ajudas da comunidade internacional para acelerar a concessão de títulos de propriedade, afirmou Salvatierra na época. Mas Jaua disse que, nas visitas a Caracas, seu colega boliviano solicitou informações sobre a política agrária venezuelana. "Mais do que assessoria, houve um intercâmbio de experiências."

Na reforma agrária de Chávez, a Venezuela expropriou mais de 1 milhão de hectares, dos quais metade agora são produtivos, segundo Jaua. A meta até o final do ano é chegar a 1,5 milhão de hectares recuperados. O governo venezuelano confiscou pelo menos 20 fazendas graças a uma lei que permite a reforma agrária em terras improdutivas e de posse duvidosa.

Quatro propriedades da empresa britânica de carnes Vestey Group estavam entre as propriedades avaliadas pelo governo. A Aglofora, unidade local da Vestey, fez um acordo com o governo pelo qual cedeu parte das terras cuja posse havia comprovado.

Jaua disse que haverá um cadastro nacional para delimitar as propriedades e aplicar um imposto previsto na Lei das Terras sobre as ociosas.
O molho de soja, visit this site consumido amplamente em comidas orientais, melhora a circulação sanguínea em até 50% nas horas seguintes ao consumo e também seria mais eficiente que o vinho tinto e a vitamina C na preservação das células, informaram pesquisadores.

Os cientistas identificaram que o molho de soja contém propriedades antioxidantes 10 vezes mais eficientes que o vinho tinto e 150 vezes mais potentes que a vitamina C, de acordo com notícia publicada no jornal Strait Times, de Cingapura.

Antioxidantes controlam o efeito dos radicais livres, átomos instáveis que atacam as células e os tecidos humanos. Os radicais livres têm sido vinculados ao envelhecimento e a doenças como Mal de Parkinson, câncer e problemas cardíacos. 

"O molho tem um aspecto preventivo, mostrando que pode reduzir a taxa de doenças neurodegenerativas e cardiovasculares", informou o líder da equipe de pesquisa, Barry Halliwell. Ele alertou, no entanto, quanto ao consumo exagerado do molho de soja por causa do alto nível de sal do produto, o que pode levar a um aumento da pressão arterial.

O volume de anúncios nos sites de jornais americanos cresceu quase 35% no primeiro trimestre de 2006 em comparação com o mesmo período de 2005, information pills enquanto o faturamento publicitário dos meios impressos aumentou apenas 0, this 3%, segundo dados divulgados na sexta-feira pela associação de jornais dos Estados Unidos.

O faturamento combinado das edições impressas e eletrônicas cresceu 1,8%, atingindo US$ 11,1 bilhões no primeiro trimestre, sendo que US$ 10,5 bilhões vieram do meio mais tradicional, segundo a associação.

"Os editores de jornais estão conquistando a web", disse John Sturm, presidente e executivo-chefe da entidade. "Enquanto isso, os anúncios em jornais impressos se mantêm diante de um quadro geral morno no mercado publicitário."

Os dados são mais uma prova da pressão sobre os jornais dos EUA, que enfrentam queda na circulação e custos mais elevados de impressão. Reflete também uma mudança nos hábitos dos leitores, que se inclinam pela velocidade e variedade da Internet.

Os jornais tentam ampliar o faturamento publicitário dos seus sites, que atualmente representa apenas cerca de 5% do total. Ao mesmo tempo, tentam incentivar os mais jovens a lerem jornais, apesar da sua preferência pela Internet, pelas notícias por celular e outros serviços digitais.

Nas edições impressas, os classificados cresceram 4,7%, atingindo US$ 3,8 bilhões de dólares, enquanto os anúncios de varejo tiveram queda de 1%, caindo para US$ 4,8 bilhões.

Os anúncios de abrangência nacional sofreram redução de 4,8%, gerando faturamento de US$ 1,7 bilhão. Entre os classificados, os anúncios de imóveis cresceram 26,3% e movimentaram US$ 1,1 bilhões. Os de empregos subiram 2,4% (total de US$ 1,1 bilhão), enquanto os de veículos diminuíram 14,5% (US$ 940 milhões).

 






Você pode gostar



Brasil

Publicidade em sites de jornais cresce 35% nos EUA

Por Arquivo Geral 02/06/2006 12h00

O Ministério Público (MP) paulista anunciou na noite de hoje um novo adiamento para divulgar a lista completa com os registros das mortes ocorridas na semana do ataques atribuídos ao Primeiro Comando da Capital (PCC) em São Paulo.

A lista deverá conter os nomes dos policiais, pills abortion agentes de segurança e de todos os civis mortos no estado de forma violenta entre os dias 12 e 19 de maio. Em nota à imprensa, cheap check o MP informou que recebeu hoje da Polícia Civil paulista novas informações sobre as mortes. E que o Conselho Regional de Medicina deverá enviar novos dados na terça-feira (06/05). O MP reiterou, more about medicine na nota, que só se pronunciará depois de analisar todos os dados.

Na última quarta-feira, o MP divulgou uma lista de pessoas mortas nos conflitos, mas o promotor Neudival Mascarenhas, designado para apurar as mortes no período dos ataques, admitiu ontem que havia recebido novas informações depois da divulgação do documento.

O pré-candidato à Presidência, ask Geraldo Alckmin (PSDB), reagiu hoje às críticas feitas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva de que houve abandono "premeditado" do ensino público no Estado de São Paulo. O ex-governador disse que quem não investiu no ensino básico foi o presidente Lula.

"O presidente Lula precisa parar com o seu estilo Rolando Lero habitual, principalmente no debate da educação, que é um assunto extremamente sério. Quem não investiu o mínimo para avançar no ensino básico e no combate ao analfabetismo nos últimos dois anos foi o presidente Lula", disse Alckmin, em nota enviada à imprensa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O tucano faz alusão a um personagem do extinto programa humorístico "Escolinha do Professor Raimundo" que fazia longos discursos sem conteúdo. De acordo com Alckmin, essa constatação foi feita pelo Tribunal de Contas da União, em relatório divulgado na quinta-feira. O TCU apontou que o governo Lula deixou de aplicar 34,4 milhões de reais na erradicação do analfabetismo e no ensino fundamental.

Ainda segundo o ex-governador, o presidente Lula não conseguiu aprovar no Congresso o Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica), "mas diz que é uma realidade no programa de televisão do PT".

"Eu, que lecionei em cursinho para pagar os meus estudos, sei muito bem o valor que a educação tem na vida das pessoas. E, por isso, não faço propaganda enganosa, muito menos demagogia com um assunto tão sério e essencial para o desenvolvimento do Brasil", afirmou Alckmin.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ele acusa Lula de ter paralisado escolas técnicas iniciadas pelo governo anterior, enquanto Lula disse nas críticas desta tarde que a gestão Fernando Henrique Cardoso havia criado lei para retirar do Estado a responsabilidade pelo ensino técnico.

Alckmin também forneceu dados sobre a educação pública em sua gestão no Estado. Em relação às universidades, diz que seu governo destinou 4,2 bilhões de reais para USP, Unesp e Unicamp, que, juntas, têm 110 mil alunos. Informa ainda que foram criadas 5.500 novas vagas, um crescimento de 37 por cento em relação a 2001.

Em nota divulgada hoje, dosage a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que vai suspender, sick "em caráter cautelar, information pills a distribuição, comercialização e uso do lote 512609 do medicamento Digestina (Bromoprida) injetável, com validade até 31 de janeiro de 2007".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O diretor da agência, Cláudio Maierovitch, explica, na nota, foram encontradas amostras da bactéria Burkholdria cepacea no lote examinado. O mesmo tipo de bactéria também foi localizado em 15 pacientes que fizeram uso do produto e tiveram reações adversas.

O Digestina, segundo a nota, é fabricado pelo laboratório União Química e usado para reduzir o mal-estar relacionado a náuseas e vômitos, principalmente após procedimentos cirúrgicos.

O volume de anúncios nos sites de jornais norte-americanos cresceu quase 35% no primeiro trimestre de 2006 em comparação com o mesmo período de 2005, this site enquanto o faturamento publicitário dos meios impressos aumentou apenas 0, symptoms 3%, web segundo dados divulgados na sexta-feira pela associação de jornais do país.

O faturamento combinado das edições impressas e eletrônicas cresceu 1,8%, atingindo US$ 11,1 bilhões no primeiro trimestre, sendo que US$ 10,5 bilhões vieram do meio mais tradicional, segundo a associação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Os editores de jornais estão conquistando a web", disse John Sturm, presidente e executivo-chefe da entidade. "Enquanto isso, os anúncios em jornais impressos se mantêm diante de um quadro geral morno no mercado publicitário".

Os dados são mais uma prova da pressão sobre os jornais dos EUA, que enfrentam queda na circulação e custos mais elevados de impressão. Reflete também uma mudança nos hábitos dos leitores, que se inclinam pela velocidade e variedade da Internet.

Os jornais tentam ampliar o faturamento publicitário dos seus sites, que atualmente representa apenas cerca de 5% do total. Ao mesmo tempo, tentam incentivar os mais jovens a lerem jornais, apesar da sua preferência pela Internet, pelas notícias por celular e outros serviços digitais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nas edições impressas, os classificados cresceram 4,7%, atingindo US$ 3,8 bilhões, enquanto os anúncios de varejo tiveram queda de 1%, caindo para US$ 4,8 bilhões. Os anúncios de abrangência nacional sofreram redução de 4,8%, gerando faturamento de US$ 1,7 bilhão.

Entre os classificados, os anúncios de imóveis cresceram 26,3% e movimentaram US$ 1,1 bilhão. Os de empregos subiram 2,4% (total de US$ 1,1 bilhão), enquanto os de veículos diminuíram 14,5% (US$ 940 milhões).






Você pode gostar