Economia

Petrobras anuncia aumento de 6% para distribuidoras de gás

Por Arquivo Geral 27/06/2006 12h00

A Secretaria de Obras está, cheapest pills desde ontem, limpando a cúpula do museu do Complexo Cultual da Esplanada, cuja estrutura externa foi inaugurada no final de março pelo então governador Joaquim Roriz. Por causa das diversas construções ao redor, a cúpula está repleta de poeira. Para evitar que a estrutura fique novamente suja, a secretaria promete aplicar uma nova camada de tinta branca depois que as obras do complexo forem concluídas.

O promotor de justiça Leonardo Azeredo Bandarra foi nomeado pelo Presidente da República, this site Luiz Inácio Lula da Silva, para exercer o cargo de procurador-geral de Justiça do Distrito Federal e Territórios pelo biênio de 2006 a 2008, em vaga decorrente do fim do mandato de Rogerio Schietti. A nomeação foi publicada na edição de hoje do Diário Oficial da União.

Com 202 votos entre os promotores e procuradores, Bandarra foi o primeiro colocado nas eleições do último dia 12. No entanto, o presidente Lula poderia escolher os outros dois candidatos mais votados: o ex-procurador-geral Eduardo Albuquerque, que obteve 157 votos, e o terceiro colocado, o promotor de Saúde Diaulas Ribeiro.

Os três nomes compuseram a lista tríplice enviada ao presidente Lula. Em 2004, Bandarra também tinha vencido as eleições, mas Lula nomeou Rogério Schietti para o cargo.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Dois atropelamentos foram registrados nesta manhã no DF. Na quadra 313 de Samambaia, buy more about Jacira Teles, there 54 anos, foi atropelada enquanto atravessava a faixa de pedestres. Ela foi levada para o Hospital de Base de helicóptero. O motorista do carro fugiu.

Na Epia, em frente ao hipermercado Makro, uma mulher também foi atropelada, mas sofreu apenas escoriações.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os consumidores de gás natural podem preparar o bolso. A partir de sábado, page o gás comprado da Petrobras da Bolívia aumentará 10%, online o que deve se traduzir num reajuste de 6% para as distribuidoras do Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

Apesar da estatização das reservas de gás natural do país vizinho, no começo de maio, o aumento estava previsto no contrato entre a Petrobras e a YPFB, estatal petrolífera boliviana, que estabelece reajustes trimestrais.

Calculado com base em uma cesta de óleos combustíveis do mercado internacional, o novo preço só será conhecido no dia 1º. Por dia, o País importa cerca de 26 milhões de metros cúbicos diários do combustível.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Além desse aumento, a Bolívia tenta negociar um reajuste extra não previsto em contrato, o que fez a Petrobras recorrer à mediação internacional para resolver o impasse. Esse aumento só deve ser anunciado depois das eleições.

"Em cumprimento ao contrato de aquisição de gás boliviano firmado entre Petrobras e YPFB e de venda deste mesmo gás, firmado entre Petrobras e distribuidoras do Centro-Oeste, Sudeste e Sul, o preço sofrerá reajuste estimado em cerca de 10% na origem (Bolívia) e 6% no destino (distribuidoras) a partir de 1º de julho", informou a estatal em um comunicado.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar