Economia

Médicos reivindicam inclusão da pediatria no programa Saúde da Família

Por Arquivo Geral 16/06/2006 12h00

Um menino de 2 anos foi baleado na barriga no começo desta tarde durante troca de tiros entre policiais e traficantes do Morro do Turano. O garoto ia com uma vizinha à padaria quando foi baleado. Levada para o Hospital Souza Aguiar, price purchase a criança está em observação, mas, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, não corre perigo porque o projétil não atingiu nenhum órgão.

Pouco antes, por volta das 10h, Sílvio Viana, 52 anos, levou um tiro no rosto em um assalto à empresa de elevadores da qual ele é dono, numa rua próxima a um dos acessos ao Morro da Mangueira. O empresário também está internado no Souza Aguiar, em estado grave.

Os policiais militares do Rio de Janeiro querem ajuda internacional para reduzir o índice de mortalidade de oficiais. Hoje, pharmacy eles enviaram (por e-mail e sedex) uma representação para a Organização dos Estados Americanos (OEA) pedindo que a entidade exija uma atitude do governo brasileiro.

A Associação dos Militares, more about Auxiliares e Especialistas (Amae) tem cerca de 40 mil integrantes e resolveu adotar esta medida porque ainda não obteve resposta ao pedido de abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), information pills formulado em agosto de 2004 junto à Comissão de Direitos Humanos da Câmara do Deputados.

"Passaram-se quase dois anos e os números (de óbitos) só têm piorado. De 2000 a 2004, 758 PMs foram mortos no Rio de Janeiro", disse o presidente da Amae, tenente Melquisedec Nascimento, à Agência Brasil. Citando pesquisa da Fundação Instituto Oswaldo Cruz (Fiocruz), Nascimento informou que a mortalidade de policiais militares do Rio é sete vezes maior que a dos habitantes da capital fluminense e 13 vezes maior do que a da população brasileira.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Precisamos agora de apoio internacional", salientou o presidente da Amae. Segundo ele, na mesma época da solicitação de abertura da CPI, a entidade entrou com pedido semelhante junto à Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Também não obteve resposta. "Então, não adianta falar em direitos humanos aqui. Não há direitos humanos em relação aos policiais."

Nascimento defendeu o "caveirão", carro blindado da PM cuja extinção é reivindica por vários grupos de direitos humanos. O veículo é responsável, segundo ele, pela redução das mortes de policiais em serviço em relação ao total: 22% para 11% de 2004 para 2005. Isso se explica "porque os policiais ficam mais seguros dentro do ‘caveirão’, que protege de tiros de fuzil".

O presidente da Amae lembrou que apenas no ano passado, pela primeira vez, o Relatório Anual de Direitos Humanos dos Estados Unidos fez menção ao número de policiais mortos no Brasil

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Conselho Nacional Eleitoral da Colômbia entregou hoje a Álvaro Uribe seu diploma como presidente no período de 2006 a 2010, order em um ato em que o líder reeleito comprometeu-se a trabalhar de forma eficiente e transparente para o bem-estar e desenvolvimento do país.

A autoridade máxima eleitoral do país entregou o diploma a Uribe depois de concluir a apuração, em que obteve 7,3 milhões de votos nas eleições de 28 de maio – a maior votação de um presidente na história do país.

Uribe, que no seu primeiro mandato conseguiu como principais êxitos a recuperação da segurança e a luta contra a guerrilha esquerdista, converteu-se no primeiro presidente reeleito na Colômbia mais de um século depois de o Congresso ter aprovado a reeleição presidencial imediata.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Quando se trabalha com amor à Colômbia, esse amor também se constitui em fonte de valor para se tomar as decisões mais arriscadas que requerem o bem público", disse Uribe, um advogado de 53 anos, ao receber sua credencial.

O presidente, que assumirá o segundo mandato em 7 de agosto, anunciou depois da reeleição que no novo período buscará um acordo de paz com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), as mesmas que havia prometido derrotar militarmente quando assumiu a primeira vez.

Além disso, ele se propôs a desenvolver programas sociais para combater o desemprego e a pobreza que afeta cerca de metade dos 41,2 milhões de colombianos, e a levar educação, saúde e habitação aos menos favorecidos.

"Nos comprometemos a trabalhar por uma Colômbia sem egoísmo, sem exclusões e sem ódios. Por uma Colômbia fraterna, por um pluralismo criativo", declarou Uribe.
O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) autorizou a transferência do ex-líder da Libéria Charles Taylor para Haia, abortion onde ele será julgado por crimes de guerra numa câmara especial do tribunal de Serra Leoa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Taylor, cialis 40mg considerado o responsável pelos conflitos na Libéria e em Serra Leoa, está detido numa prisão guardada pelas forças de paz da Mongólia, designadas pela ONU, em Freetown, Serra Leoa.

Ele responderá por 11 acusações de crimes de guerra e crimes contra a humanidade por ter apoiado os rebeldes da Frente Unida Revolucionária de Serra Leoa, que enviaram crianças drogadas ao campo de batalha e mutilaram e estupraram civis durante o conflito.

Uma resolução aprovada por unanimidade pelos 15 membros do Conselho de Segurança da ONU pediu ao secretário-geral da ONU, Kofi Annan, para ajudar com os procedimentos legais e medidas práticas necessárias para enviar Taylor à Holanda.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Grã-Bretanha redigiu a resolução depois de prometer ontem prender Taylor, um dos líderes mais temidos da África, caso ele seja condenado, abrindo caminho p ara que o julgamento fosse transferido.

A Holanda admitiu receber Taylor para o julgamento apenas se antes fosse designado um lugar para recebê-lo após a sentença.

A Corte Criminal Internacional, também sediada em Haia, concordou em emprestar ao tribunal de Serra Leoa uma cela e uma sala durante o julgamento.
O Departamento de Estado norte-americano pediu para que a Coréia do Norte desista de seguir adiante com os planos de testar um míssil intercontinental, erectile afirmando que a iniciativa de Pyongyang seria uma provocação.

Caso seja realizado, será o primeiro teste com míssil de longo alcance da Coréia do Norte desde agosto de 1998, quando o Taepodong 1 foi lançado em direção ao Japão, no Oceano Pacífico.

"Tal lançamento seria um ato provocativo e nós os aconselhamos a concentrarem suas energias e atividades nas negociações multilaterais", disse a repórteres Sean McCormack, porta-voz do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, referindo-se às conversas nucleares com os EUA, a China, a Rússia, a Coréia do Sul e o Japão.

O lançamento do míssil poderia ocorrer no início do final de semana, disseram ontem autoridades dos EUA.

Eles afirmaram que as indicações eram de que a Coréia do Norte seguiria adiante com o lançamento do míssil, em vez de simplesmente prepará-lo para chamar a atenção dos EUA e do mundo. Ainda assim, as autoridades de Pyongyang poderiam abortar o teste.

Um acidente de carro que resultou na morte de duas pessoas revelou um crime macabro em Boise, physician no estado norte-americano de Idaho. Uma cabeça, page decepada pouco antes, for sale voou de uma picape que bateu em um carro, matando uma mulher e a filha de quatro anos.

Horas depois de matar a mulher, Alofa Time, 51 anos, deixou o corpo em casa e levou a cabeça no veículo. Ao tentar fugir de um engarrafamento, ele provocou o acidente.

Abordado por um policial que dirigia atrás da picape e viu a cabeça voando, Alofa saiu ileso da colisão. Ele negou o crime, mas a polícia foi à casa do americano, em outra cidade, e encontrou o corpo de Theresa Time, 47 anos, dentro de um carro na garagem.

Autoridades do setor de Defesa disseram que os EUA estão enviando de volta a seus países de origem, viagra order por avião, capsule os corpos de três detentos, more about dois sauditas e um iemenita, que teriam cometido suicídio no campo americano de detenção de estrangeiros suspeitos de terrorismo na baía de Guantânamo.

Os Estados Unidos disseram que os três prisioneiros se enforcaram, com a ajuda de roupas e lençóis, em suas celas de segurança máxima em 10 de junho. Eles são os primeiros detentos a morrer no campo controverso desde sua abertura, em 2002, na base naval americana de Guantânamo, em Cuba.

As Forças Armadas americanas identificaram os três homens como sendo o iemenita Ali Abdullah Ahmed e os sauditas Mani Shaman Turki al Habardi al Utaybi e Yassar Talal al Zahrani.

Um alto funcionário da Defesa americana, que pediu para não ser identificado, disse que os corpos estavam sendo embarcados, mas não informou quando chegarão em seus países de origem.

As famílias dos três detentos questionaram as circunstâncias de suas mortes, dizendo que os três prisioneiros, todos muçulmanos devotos, não teriam cometido suicídio. A religião islâmica proíbe o suicídio e promete castigo duro após a morte para as pessoas que tiram suas próprias vidas.

As mortes provocaram a reiteração das críticas que há anos são feitas à base, que, para muitos grupos de defesa dos direitos human os e alguns governos, deveria ser fechada.

Os EUA alegam que a prisão é necessária para impedir que figuras perigosas da Al Qaeda e do Taliban possam retornar ao campo de batalha e para extrair dos prisioneiros informações capazes de prevenir ataques futuros.

No momento, os EUA mantêm cerca de 460 prisioneiros em Guantânamo, a maioria dos quais vem sendo mantida sem acusação formal há mais de quatro anos. Dez dos detentos já foram acusados de crimes, mas nem um único julgamento foi concluído até hoje.
O Exército dos EUA disse hoje ter encerrado o inquérito sobre acusações de que fuzileiros navais norte-americanos encobriram as circunstâncias da morte de até 24 civis desarmados na cidade de Haditha, visit web no mês passado. O resultado está sendo revisado por um alto comandante.

O tenente-general Peter Chiarelli, viagra buy comandante das forças de terra dos EUA no Iraque, online recebeu o resultado da investigação e deverá aprovar, incluir suas próprias conclusões ou pedir mais informações aos investigadores.

Uma investigação paralela, conduzida pelo Serviço Investigativo Criminal Naval, pode resultar em acusações, incluindo homicídio.

O major-general Eldon Bargewell liderou a investigação tentando descobrir não só se os fuzileiros envolvidos no incidente de 19 de novembro mentiram sobre o que aconteceu, mas também se os comandantes examinaram suficientemente a veracidade do relato dos soldados.

Autoridades da defesa haviam dito anteriormente que uma investigação militar preliminar realizada em fevereiro e março encontrou provas de que os fuzileiros envolvidos no incidente fizeram re latos falsos sobre o que aconteceu.
Os Estados Unidos disseram que o plano de ajuda internacional aos palestinos proposto pela União Européia (UE) dá motivo para esperanças, mas retiveram seu apoio final para permitir mais conversas sobre o projeto hoje.

O plano europeu deixa de lado o governo chefiado pelo Hamas.

O porta-voz do Departamento de Estado, order Sean McCormack, disse a repórteres que as potências internacionais que mediam o conflito entre israelenses e palestinos fizeram progressos em direção a uma maneira de dar auxílio aos palestinos.

Mas ele disse que os EUA não estão prontos para dar seu apoio final a uma proposta da UE e que enviados dos mediadores – os Estados Unidos, a Rússia, a Organização das Nações Unidas e a UE – se encontrarão hoje mais tarde para manter conversas mais detalhadas.

A UE disse hoje que está próxima de receber o apoio dos mediadores para o seu plano, que inclui suprimentos essenciais ao setor de saúde e pagamentos a mantenedores e empresas públicas de serviços de saúde, que abrange o setor de combustíveis.

O projeto envolve ainda subsídios financeiros para atender as necessidades básicas das camadas mais pobres da população.

Tanto a UE quanto os EUA suspenderam o auxílio à Autoridade Palestina quando o grupo militante islâmico Hamas recusou-se a reconhecer o Estado de Israel e não conseguiu renunciar à violência. Reconheceram, entretanto, a necessidade de um plano de emergência, no mês passado, para impedir que os territórios palestinos mergulhem no caos.
Em uma sessão de poucos negócios, try o dólar encerrou em baixa de 1, more about 58% hoje, order a R$ 2,245, refletindo a melhora dos mercados externos na véspera, dia de Corpus Christi e feriado no Brasil. Na semana, a divisa norte-americana acumulou declínio de 0,71%.

"Ontem, que foi feriado aqui, foi bem forte lá fora. Hoje (o mercado externo) está realizando um pouco, mas ainda assim é um cenário benigno", afirmou Jorge Knauer, gerente de câmbio do banco Prosper.

As bolsas de valores norte-americanas avançaram hoje depois de comentários do chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, de que as expectativas de inflação caíram.

Knauer lembrou que, com a melhora externa, o mercado se volta para os fundamentos econômicos do Brasil, que não mudaram.

"Segue a tendência de fluxo, a taxa de juro que é bem alta. E, nesses padrões, a tendência é de queda (do dólar)", disse, acrescentando que o volume de negócios foi bem abaixo do normal.

Nesta tarde, porém, as bolsas dos EUA operavam em leve baixa, com investidores embolsando lucros depois de dois dias de alta e por conta de comentários do presidente do Fed de St. Louis, William Poole, de que as pressões inflacionárias podem estar aumentando.

O gerente de câmbio da corretora Liquidez, Francisco Carvalho, ponderou que o mês é de volatilidade devido às incertezas externas e destacou que o comentário de Bernanke diverge de discursos anteriores dele.

A semana foi de volume mais fraco no segmento interbancário em relação à média diária de US$ 1,5 bilhão por ser mais curta para o mercado doméstico, com o feriado ontem e com o fechamento mais cedo a terça-feira devido ao jogo do Brasil na Copa do Mundo.

Mais de 30 vôos da Varig foram cancelados hoje nos aeroportos do Rio de Janeiro. No Santos Dumont, order que opera a ponte-aérea Rio-São Paulo, search foram canceladas cinco partidas para Congonhas e seis vôos que deveriam sair do aeroporto paulista com destino ao Rio foram cancelados.

De acordo com a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), stuff nenhum passageiro foi prejudicado pelas alterações na programação de vôos da companhia, nem houve tumulto no aeroporto, já que todos foram acomodados em outros vôos.

No Aeroporto Internacional do Galeão – Antônio Carlos Jobim, 25 vôos foram cancelados desde o início da manhã até o começo da tarde de hoje. Brasília e Foz do Iguaçu foram dois dos destinos que tiveram cancelamento de vôos. Aeronaves da Varig que deveriam ter saído de Porto Alegre, Salvador e Brasília também deixaram de pousar no Galeão.

Na última terça-feira o presidente da Varig, Marcelo Bottini, qualificou de "pontuais" os cancelamentos de que vêm ocorrendo desde o último sábado e considerou que eles representam apenas uma pequena parcela do total de 180 vôos que a companhia mantém em linhas nacionais e internacionais.

De acordo com informação da assessoria da Varig, a companhia continua operando vôos diários para 36 destinos no Brasil e 21 para quatro continentes, em 18 países.

Na quarta-feira, o presidente da Agência Nacional de Aviação Civil, Milton Zuanazzi, afirmou que "a Varig não tem falhado com a sua responsabilidade" e está "cumprindo sua obrigação", inclusive com o endosso de passagens e hospedagem de passageiros.

A situação da Varig permanece indefinida desde quarta-feira, quando o juiz Luiz Roberto Ayoub, da 8ª Vara Empresarial da Justiça do Rio de Janeiro, que preside o processo judicial da empresa, adiou a decisão sobre o resultado do leilão da companhia, realizado no último dia 8.

No leilão foi apresentada apenas uma proposta, no valor de R$ 1,010 bilhão, para a compra da empresa pelos Trabalhadores do Grupo Varig (TGV), representados pela NV Participações.

Cerca de 200 pediatras reuniram-se hoje, this em frente ao Palácio do Planalto, viagra 40mg para reivindicar a inclusão da especialidade médica pediatria no programa Saúde da Família (PSF). O presidente da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), Dioclécio Campos Júnior, entregou ao assessor especial da Presidência Swedenberger Barbosa uma carta sobre o assunto.

"O programa Saúde da Família, que é uma das principais políticas da saúde no Brasil, exclui o atendimento pediátrico à população", afirmou Campos. Segundo ele, a ausência de profissionais especializados no atendimento infantil desrespeita o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que prevê o investimento na qualidade da assistência à saúde dessa parcela da população.

Na carta, dirigida ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a SBP diz que o Saúde da Família não garante a crianças e adolescentes o direito à "melhor medicina do seu tempo", inserindo o programa em "estratégias públicas simplificadoras, de baixo custo e pouca qualidade". "Isso acentua o fosso que separa cidadão de ‘primeira e segunda classe’ no Brasil".

Dioclécio Campos ressaltou que o atendimento pediátrico é essencial na prevenção e identificação de doenças nos primeiros anos de vida, como desnutrição e déficit de audição. "O médico que não é formado para a área de atuação é incapaz de reconhecer problemas que ocorrem nesse período, ou reconhece tardiamente, quando já se tornou um problema grave", disse ele. "Sem contar o caráter de prevenção, que é o componente essencial da prática do pediatra".

Segundo o estudo Avaliação da Atenção Integrada às Doenças Prevalentes na Infância (AIDPI) nas unidades do Programa Saúde da Família no estado de Pernambuco, de 2003, apenas um terço dos profissionais fizeram investigação de três dos quatro sinais gerais de perigo que evidenciam a presença de doença grave que requer encaminhamento para unidades de saúde mais complexas. A pesquisa avaliou o atendimento dado a 203 crianças menores de cinco anos em 30 unidades de saúde.

O presidente da SBP explicou que, para se especializar em pediatria, o médico precisa fazer cinco mil horas em tempo integral de residência na área, o equivalente a mais dois anos de formação. No curso de medicina, as disciplinas específicas sobre criança e adolescente somam de 20 a 50 horas no currículo.






Você pode gostar