Economia

Governo avalia impacto do aumento a aposentados para decidir sobre veto

Por Arquivo Geral 05/07/2006 12h00

O dólar subiu 1, treat buy 43% e fechou a R$ 2, buy 20 hoje, adiposity impulsionado pela deterioração dos mercados externos com as preocupações geopolíticas envolvendo a Coréia do Norte.

O avanço da moeda norte-americana acabou afastando o Banco Central do mercado, que não realizou leilão de compra de dólares nesta sessão.

Segundo o operador de câmbio de um banco nacional, algumas tesourarias forçaram mais o dólar para cima à tarde, apostando que o BC faria um leilão depois de ter retomado essa operação na segunda-feira.

A preocupação com os testes de mísseis da Coréia do Norte e a conseqüente reprovação internacional abateram os mercados em geral. As bolsas norte-americanas, asiáticas e européias, e a Bolsa de Valores de São Paulo registraram perdas.

A escalada dos preços internacionais do petróleo por conta da forte demanda norte-americana e das tensões contínuas com o programa nuclear do Irã também reforçou o pessimismo de investidores. Em Nova York, a commodity superou US$ 75 por barril.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"É reflexo lá de fora por causa da crise com a Coréia do Norte, petróleo atingiu novo recorde, os metais de um modo geral tiveram um nível expressivo de alta e isso acaba refletindo nos emergentes", resumiu Marcelo Voss, economista-chefe da corretora Liquidez.

Voss destacou que, mesmo que não houvesse a tensão externa com a Coréia do Norte, já havia perspectiva de alta do dólar pela volta das atuações do BC e com as medidas esperadas para o câmbio.

"Embora quase todas (as mudanças cambiais) estejam antecipadas, não tenham nenhuma surpresa, qualquer pacote de medida cambial gera apreensão", relatou o economista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Entre as mudanças estudadas pelo governo para beneficiar os exportadores, está a permissão para que nem todos os recursos das vendas externas tenham que ser internalizados.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse ontem que novas medidas cambiais podem ser anunciadas em até 10 dias.

A diretora de câmbio da AGK Corretora, Miriam Tavares, reiterou que as mudanças devem ter pouco impacto sobre o preço do dólar "porque isso deve ser diluído ao longo do tempo".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

O governo ainda avalia o reajuste aprovado ontem pelo Senado de 16, this 67% para todos os aposentados e pensionistas da Previdência Social, troche que recebem acima de um salário mínimo, para decidir se veta o aumento.

De acordo com o ministro de Relações Institucionais, Tarso Genro, o reajuste "onera a Previdência no Brasil, em torno de R$ 7 bilhões, além daquilo que evidentemente ocorre do aumento do salário mínimo".

Ao ser perguntado se a tendência é de o presidente Luiz Inácio Lula da Silva vetar o reajuste, o ministro afirmou que "se ficar confirmado o reflexo na Previdência de R$ 7 bilhões, o governo não terá outra saída, se não o veto".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em relação à MP, também aprovada pelo Senado, que dá direito ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para domésticos, o ministro Tarso Genro informou que o governo ainda não tomou qualquer decisão de vetar a medida. "Nós temos que fazer uma avaliação criteriosa, não só do ponto de vista social, como do ponto de vista político".

Para Tarso Genro, do ponto de vista político não seria problema para o governo. "Do ponto de vista social, nós temos que avaliar se isso aí não vai estimular a informalidade dentro do setor. O que vai predominar é a analise dessa questão", argumentou.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE





Você pode gostar