Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Economia

Empreendedorismo – Negócios que cresceram durante a Pandemia

Não há lado bom em uma epidemia e não é possível encontrar um, por mais procurado que seja.

Apesar disso, há alguns nichos de negócios e alguns segmentos que não sentiram tanto impacto com as mudanças profissionais impostas pela crise global, o que acende um alerta para os profissionais que estão em busca de uma mudança de carreira ou de um novo nicho para empreender.

Arquitetura e Design

A primeira imposição que a pandemia global trouxe foi que as pessoas ficassem em casa para evitar o contágio e proliferação do vírus.

O Home Office foi adotado por pequenas, médias e grandes empresas e foi nesse cenário que muitas pessoas perceberam que suas moradias não eram o melhor ambiente para conciliar trabalho e vida pessoal.

Com a necessidade mundial de organizar espaço em ambientes pequenos e compartilhados, os arquitetos sentiram um grande aumento na sua demanda de trabalho, sendo convocados para desenvolver projetos de arquitetura capazes de levar conforto e praticidade para os ambientes domésticos, que agora se tornaram também, ambientes de trabalho.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Vendas Online

As vendas online ganharam enorme destaque no meio dessa pandemia, sendo, em muitos locais e durante diversos períodos, o único ou o melhor caminho para realizar a compra de todo tipo de necessidade, das mais básicas às mais supérfluas.

Segundo Bruna Bozano, CEO da Joias Boz, no dia das mães de 2020, a demanda por “colar delicado” aumentou 200% em relação ao ano anterior.

Apesar de ser comum haver um aumento anual, nunca foi visto um crescimento tão acentuado, mostrando que, apesar do grande impacto que a pandemia causou no comércio global, as vendas online não foram negativamente afetadas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Criação de Sites

A demanda por criação de sites nunca foi tão grande como está sendo nos último ano, visto que todo o mundo sentiu a necessidade de virtualizar suas operações.

Quem já possuía um e-commerce ou um site para oferecer seus produtos e serviços sentiu a necessidade de oferecer um olhar mais atencioso e mais detalhado para as suas operações e, com isso, os designers e programadores sentiram um aumento de demanda inesperado.

Quem ainda não tinha desenvolvido uma operação online e dependia apenas do negócio físico para manter o funcionamento de uma empresa, percebeu, enfim, que um site pode ser um divisor de águas e um caminho sem volta para garantir a sobrevivência e a estabilidade da empresa em momentos como esse.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Conclusão

Ainda há mercados que possuem força para resistir às crises e estar atento a essas oportunidades pode ser uma forma para sofrer menos impactos em momentos onde tantas dificuldades simultâneas se apresentam.

Se você gostou desse conteúdo, compartilhe com seus amigos e família.






Você pode gostar