Menu
Economia

Dólar abre em alta nesta terça com divulgação dos dados do PIB

Na segunda (3), o dólar recuou 0,26%, cotado a R$ 5,236, enquanto a Bolsa brasileira ficou no zero a zero

Redação Jornal de Brasília

04/06/2024 10h58

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS)

O dólar abriu alta nesta terça-feira (4), enquanto o mercado repercute o resultado do PIB (Produto Interno Bruto) nacional do primeiro trimestre, que veio acima do esperado. A economia brasileira cresceu 0,8% no período.

Agora, o mercado aguarda a divulgação de novos dados sobre o mercado de trabalho americano, que podem influenciar apostas sobre o futuro dos juros nos Estados Unidos, e a decisão de política monetária do BCE (Banco Central Europeu), que deve realizar um corte em suas taxas nesta semana.

Na segunda (3), o dólar recuou 0,26%, cotado a R$ 5,236, enquanto a Bolsa brasileira ficou no zero a zero, com oscilação positiva de 0,05%, fechando praticamente estável aos 122.031 pontos, com o mercado em compasso de espera por novos dados econômicos no Brasil e no exterior.

O Banco Central do Brasil divulgou seu boletim semanal de projeções econômicas para o país, o Focus, que apontou alta na previsão de economistas para a inflação e para os juros neste ano, o que desencadeou uma alta nas curvas de juros futuros locais.

O movimento ocorreu na contramão do exterior, onde os rendimentos dos títulos do Tesouro americano, os chamados “treasuries” registraram baixa.

Além da queda dos treasuries, também contribuiu para a queda do dólar novos dados de gastos de construção nos EUA, que vieram abaixo do esperado.

No Ibovespa, o destaque do dia foi o GPA, que subiu mais de 7% após anunciar um movimento de recompra de ações. O setor bancário também fornecia suporte, com altas de Bradesco, Itaú e Banco do Brasil. Na ponta negativa, a Vale caiu mais de 2% e pesou contra o índice.

As bolsas em Nova York tiveram um desempenho misto, enquanto agentes financeiros aguardam especialmente dados do mercado de trabalho do EUA previstos para os próximos dias, incluindo o “payroll” na sexta-feira, tendo no radar decisão de política monetária do Fed no final do mês.

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado