Economia

Cena externa ruim e baixa liquidez impulsionam dólar

Por Arquivo Geral 12/06/2006 12h00

O dólar encerrou o dia em alta de mais de 1%, purchase patient impulsionado por remessas de recursos e pelo cenário internacional desfavorável.

A divisa norte-americana avançou 1, stuff 28% e fechou a R$ 2,290. Operadores disseram que o volume de negócios foi baixo e as saídas de recursos acabaram pressionando o câmbio.

"Deu uma piorada geral no humor dos mercados, e também está com falta de liquidez, acho que já antecipando o dia de amanhã", comentou o operador de câmbio de uma corretora nacional, que não quis ser identificado.

Segundo ele, perto do fechamento o volume de negócios no segmento interbancário era de US$ 825 milhões.

No campo externo, as bolsas de valores norte-americanas operavam em baixa nesta tarde, enquanto os títulos da dívida externa brasileira perdiam força. O risco país subia quatro pontos, a 267 pontos-básicos sobre os títulos do tesouro americano.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O mercado de câmbio fecha mais cedo amanhã por conta da estréia da seleção brasileira na Copa do Mundo. A roda de dólar pronto da Bolsa de Mercadorias&Futuros (BM&F) encerrará o pregão às 13h30, e o mercado interbancário pode acabar seguindo o mesmo horário, segundo o operador.

O registro de operações no Sistema do Banco Central (Sisbacen) poderá ser feito até às 14h.

Na opinião do gerente de câmbio do banco Prosper, Jorge Knauer, o fato da semana ser mais curta para o mercado brasileiro influenciou na redução do volume de negócios. Os mercados não abrem na quinta-feira devido ao feriado de Corpus Christi.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Eu não montaria uma posição muito grande porque amanhã é um dia muito curto, depois é véspera de feriado, sexta é um dia prensado no meio do feriado. Se não fosse Copa já teria um volume menor, (com) Copa do Mundo… acelerou esse processo", afirmou Knauer.

Ele destacou ainda que há índices importantes a serem divulgados nos Estados Unidos que podem dar sinais sobre o rumo do juro no país, o que acaba reforçando a cautela do investidor.

Entre os dados a serem divulgados nesta semana, estão o índice de preços no atacado dos EUA, com divulgação prevista para amanhã, e o índice de preços ao consumidor, que será conhecido na quarta-feira.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar