Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Concursos & Carreiras

Jovem Aprendiz: siga esse passo a passo para garantir a sua vaga

Foto: Reprodução

O Programa Jovem Aprendiz tem como principal objetivo estimular as empresas e as instituições a contratarem jovens entre 14 e 24 anos que tenham pouca experiência no mercado, para trabalhar em seus quadros. Isso quer dizer que um jovem que ainda esteja no ensino médio já teria condições de iniciar em uma profissão, porém, esse processo precisa acontecer dentro das normas definidas pela legislação. Esse projeto foi instituído pela Lei Federal 10.097/00 e também é conhecido como Lei da Aprendizagem. 

É bastante comum que os jovens que se enquadrem dentro das normas do programa tenham dúvidas na hora de montar um currículo. Isso porque, na maioria das vezes, eles possuem pouca ou nenhuma experiência profissional, o que acaba levando-os a acreditar que não possuem nada para colocar em seus currículos. Isso pode não ser verdade, em se tratando de um currículo para jovem aprendiz, existem muitas habilidades, cursos e soft skills que podem ser colocadas e que façam a pessoa se enquadrar em alguma área. 

Imagem: Freepik 

Como fazer um currículo para jovem aprendiz 

Para você que deseja se candidatar para as vagas de jovem aprendiz, mas têm dúvidas sobre como fazer um bom currículo e garantir uma boa vaga, dê uma olhada nessas dicas que podem te ajudar a se destacar e ganhar mais visibilidade. Veja algumas táticas que você pode usar para se dar bem na hora de entregar o currículo

Escolaridade

Coloque a sua escolaridade de maneira correta e atualizada, que esteja de acordo com a sua idade escolar. Isso significa deixar bem claro o nome da instituição de ensino que você frequenta, o curso que você faz, o ano ou o semestre que você está cursando e o total dos anos ou dos semestres que o curso tem. 

Especifique seus objetivos 

No campo destinado para o objetivo, você precisará especificar que é ser jovem aprendiz para que, dessa forma, seu currículo seja encontrado de forma mais rápida e específica pelo contratante. 

Erros de português

Esse pode ser um erro fatal em se tratando de contratação. Nenhuma empresa vai se interessar em chamar um jovem que não tenha um bom domínio da língua portuguesa. Apesar de essas vagas exigirem menos experiência que as demais, é de extrema importância que a pessoa saiba o básico de português e matemática, por exemplo. Em caso de dúvidas, consulte um dicionário. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cursos 

Um diferencial importante na hora de escolher um candidato, são os cursos e as áreas que essa pessoa já domina. Pode ser um curso de extensão, um curso profissionalizante ou um curso online. Na hora de colocar essa informação, coloque o nome, a data e um pequeno resumo explicando um pouco melhor sobre o conteúdo desse curso, cai muito bem. 

Atividades complementares

Qualquer tipo de atividade extracurricular é muito bem-vinda aqui. Um trabalho voluntário, uma viagem com viés humanitário, participação em ONGs, projetos de arrecadação, com temas sociais e que ajudem pessoas em situação de vulnerabilidade, entre outros, podem ser bem vistos pelas empresas.








Você pode gostar