Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Concursos & Carreiras

Concurso Serpro: publicado edital para 165 vagas em SP, RJ, DF e PR

Novo concurso Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados) será para cargos de nível superior. Iniciais até R$ 7,6 mil

Pec emergencial – Será o fim dos Concursos Públicos?

Foi publicado, nesta quinta-feira, 1 de abril, o edital do novo concurso Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados). A seleção contará com uma oferta de 165 vagas para preenchimento imediato, além de formar cadastro reserva de pessoal, para contratações durante o prazo de validade, para contratações em caráter temporário. Do total de vagas, 147 são para o cargo de analista na área de desenvolvimento de sistemas e 18 para analistas na área de ciência de dados. Para as duas carreiras é exigida formação de nível superior em áreas específicas, com remuneração inicial de R$ 7.620,37, considerando salário de R$ 6.626,41 e gratificação de R$ 993,96, com jornada de trabalho de 40 horas semanais. As inscrições serão recebidas no período de 7 a 26 de abril

No caso de analista na área de desenvolvimento de sistemas, do total de vagas, 30 são para São Paulo – SP (sendo 6 reservadas para negros e 2 para portadores de deficiência), 20 para o Rio de Janeiro – RJ (4 negros e 1 portador de deficiência), 10 para Curitiba PR (2 negros e 1 portador de deficiência) e 87 para Brasília (17 netros e 5 portadores de deficiência)

Para analista na área de ciências de dados serão 8 para São Paulo – SP (2 para negros e 1 para deficientes) e 10 para Brasília (2 negros e 1 para portadores de deficiência).

Além da remuneração, como benefícios, o Serpro oferece

a) auxílio-creche, no valor de R$ 382,68 (trezentos e oitenta e dois reais e sessenta e oito centavos);
b) auxílio-transporte, de acordo com a legislação vigente;
c) auxílio a filho com deficiência, no valor de R$ 1.150,70 (hum mil cento e cinquenta reais e setenta centavos);
d) plano de saúde;
e) plano odontológico;
A duração dos contratos será pelo prazo de 12 meses, com possibilidade de prorrogação pelo mesmo período, pelo regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Concurso Serpro: veja atribuições e exigências

2.1 CARGO 1: ANALISTA – ESPECIALIZAÇÃO: CIÊNCIA DE DADOS
REQUISITO: curso de graduação na área de Tecnologia da Informação, reconhecido e concluído em instituição de nível superior credenciada pelo Ministério da Educação (MEC); OU Curso de graduação em qualquer área de formação, reconhecido e concluído em instituição de nível superior credenciada pelo Ministério da Educação (MEC), acrescido de curso de pós-graduação na área de Ciência de Dados, com carga horária mínima de 360 (trezentas e sessenta) horas, reconhecido e concluído em instituição
credenciada pelo Ministério da Educação (MEC).

ATRIBUIÇÕES GERAIS: analisar e propor soluções para situações que incluam múltiplas e complexas variáveis e requeiram capacidade de julgamento; planejar, desenvolver e coordenar projetos, assegurando a sua execução de acordo com padrões de qualidade definidos; analisar, recomendar e definir procedimentos sobre assuntos relacionados a sua área de atuação, emitindo pareceres técnicos e definindo padrões; coordenar os meios necessários à consecução dos objetivos do seu trabalho; efetuar estudos e pesquisas aplicados sobre assunto de interesse da Empresa, referentes a sua área de atuação; transmitir os conhecimentos necessários à realização das atividades relativas à sua área; e executar outras atividades necessárias à consecução dos serviços.

ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS: coletar, ingerir, transformar, qualificar e enriquecer dados oriundos de diferentes fontes; desenvolver, testar, validar e monitorar modelos que suportem os problemas de negócio; criar e apresentar análises baseadas em estatísticas e visualizações de dados; identificar e analisar problemas de negócio, propondo soluções baseadas em dados; propor, definir e implementar arquiteturas para soluções de grande volume de dados; planejar, elaborar, coordenar e implementar projetos de ciência de dados; modelar, catalogar e administrar dados e metadados de acordo com os preceitos da governança de dados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

2.2 CARGO 2: ANALISTA – ESPECIALIZAÇÃO: DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS
REQUISITO: curso de graduação na área de Tecnologia da Informação, reconhecido e concluído em instituição de nível superior credenciada pelo Ministério da Educação (MEC); OU Curso de graduação em qualquer área de formação, reconhecido e concluído em instituição de nível superior credenciada pelo Ministério da Educação (MEC), acrescido de curso de pós-graduação na área de Ciência de Dados, com carga horária mínima de 360 (trezentas e sessenta) horas, reconhecido e concluído em instituição
credenciada pelo Ministério da Educação (MEC).

ATRIBUIÇÕES GERAIS: analisar e propor soluções para situações que incluam múltiplas e complexas variáveis e requeiram capacidade de julgamento; planejar, desenvolver e coordenar projetos, assegurando a sua execução de acordo com padrões de qualidade definidos; analisar, recomendar e definir procedimentos sobre assuntos relacionados a sua área de atuação, emitindo pareceres técnicos e definindo padrões; coordenar os meios necessários à consecução dos objetivos do seu trabalho; efetuar estudos e pesquisas aplicados sobre assunto de interesse da Empresa, referentes a sua área de atuação; transmitir os conhecimentos necessários à realização das atividades relativas à sua área; e executar outras atividades necessárias à consecução dos serviços.

ATRIBUIÇÕES ESPECÍFICAS: analisar as demandas apresentadas pelas áreas de negócio e propor alternativas de solução técnica e estratégia de desenvolvimento; elaborar a especificação do sistema, incluindo requisitos, experiência do usuário, projeto lógico e físico de dados, unidades de implementação, arquitetura, sustentação de softwares e de sistemas; planejar, elaborar e ministrar treinamentos relativos a sistemas de informação, manipulação de dados, tecnologias de desenvolvimento e metodologias de trabalho; prospectar e internalizar novas tecnologias de desenvolvimento; prestar assessoramento técnico no que se refere ao desenvolvimento de sistemas; atuar na sustentação de sistemas em produção e propor medidas de correção ou melhoria quando necessário; planejar, acompanhar e gerenciar projetos de construção e sustentação de software; projetar e construir unidades de implementação executáveis, considerando os requisitos, a arquitetura de software e padrões de codificação definidos pela empresa; planejar, projetar, realizar e avaliar testes alinhados com a estratégia de verificação definida e corrigir os problemas identificados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Concurso Serpro: veja como se inscrever

As inscrições do concurso Serpro poderão ser feitas somente pela internet, na página eletrôncia da banca organizadora, que será o Cebraspe., no endereço eletrônico da empresa, que é www.cebraspe.org.br

No primeiro dia, as inscrições poderão ser feitas a partir das 10 horas. Já no último dia de atendimento, o prazo vai até às 18 horas. A taxa será de R$ 100 e poderá ser paga até o dia 13 de maio.

Concurso Serpro: saiba como serão as provas

A aplicação das provas objetivas do concurso Serpro está marcada para ocorrer em 6 de junho e ocorrerão no período da tarde, com duração de 3h30.

O exame contará com 120 questões, sendo 50 de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos. Em conhecimentos básicos serão 20 de língua portuguesa, 5 de língua inglesa, 5 sobre o estatuto social do Serpro, 5 de raciocínio lógico e 15 sobre legislação acerta de privacidade e proteção de dados pessoais

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As informações são do Jornal do Concurso

SERPRO
Vagas: 165
Taxa de inscrição: De R$ 100,00
Cargos: Analista
Áreas de Atuação: Administrativa, Operacional
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário: Até R$ 7620,00
Organizadora: Cebraspe
Estados com Vagas: DF, PR, RJ, SP

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE





Você pode gostar