Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Concursos & Carreiras

Concurso PF: provas marcadas para 23 de maio

A edição de hoje revelou todo o planejamento, com horários para cada um dos cargos, total de vagas, além das medidas sanitárias que precisam ser respeitadas durante a realização das provas

Foto: Divulgação/ Agência Brasil

Nesta sexta-feira (14), foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) o edital que prevê as provas do concurso da Polícia Federal para 23 de maio. A edição de hoje revelou todo o planejamento, com horários para cada um dos cargos, total de vagas, além das medidas sanitárias que precisam ser respeitadas durante a realização das provas.

Com o total de 1.500 vagas, os salários iniciais variam de R$ 12 mil a R$ 23 mil. A prova discursiva e objetiva terão duração de 4h30 e começaram às 4hs do dia 23.

Aos que querem se tornar delegado, , a prova objetiva terá a duração de 3h30 e será aplicada às 8h. Aplicada às 15h no mesmo dia, a prova discursiva terá a duração de 5h.

Além das provas escritas, os aprovados terão que passar pelo teste de aptidão física, psicológica e avaliação médica. Além da prova oral e de digitação para os cargos de delegado e escrivão.

Os aprovados em todas as etapas serão convocados para o curso de formação, que tem duração de 10 semanas.

Concurso PF: saiba como foi o último concurso para a área administrativa

O último concurso PF para a área administrativa ocorreu em 2013, quando foram oferecidas 566 vagas, sendo 534 para agente administrativo, com opções em todos os estados. Para nível superior, as oportunidades foram para o Distrito Federal. A banca organizadora foi o Cespe/UnB, atual Cebraspe e a prova objetiva contou com 120 itens para todos os cargos, sendo 50 sobre conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos, além de prova discursiva para os cargos de nível superior.

Para agente administrativo, a parte de conhecimentos básicos contou com temas sobre língua portuguesa, noções de informática, raciocínio lógico, atualidades, noções de direito administrativo e noções de direito constitucional.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para os cargos de nível superior, a parte de conhecimentos básicos versou sobre língua portuguesa, raciocínio lógico, noções de informática, noções de direito administrativo e noções de direito constituicional

Com informações do Jornal do Concurso






Você pode gostar