Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

Vacina: mais 999,4 mil doses serão distribuídas hoje (14)

O Ministério da Saúde reforça para que a população tome a segunda dose da vacina Covid-19 mesmo que a aplicação ocorra fora do prazo recomendado pelo laboratório, para assegurar a proteção adequada contra a doença

Foto: Divulgação/Governo de São Paulo

Nesta sexta-feira (14), o Ministério da Saúde envia mais um lote de vacinas contra a Covid-19. Dessa vez, a remessa é composta por 999,4 mil doses da Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan.

A remessa faz parte da 19ª pauta de distribuição de vacinas Covid-19, coordenada pelo Ministério da Saúde nesta semana, que totaliza 6,5 milhões de doses, incluindo também 3,6 milhões da AstraZeneca/Oxford da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e outros 1,9 milhões de doses da Coronavac – essas duas remessas começaram a ser enviadas para as capitais nesta quinta (13/5).

O novo lote do Butantan é destinado para ajuste no esquema e/ou continuidade do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO): nesse caso, as Unidades Federativas poderão utilizar o quantitativo para segunda dose, para completar os esquemas vacinais, ou para seguir com a vacinação de grupos prioritários, desde que façam a reserva para a segunda dose.

As orientações sobre a vacinação foram atualizadas no 17º informe técnico. Acesse aqui a quantidade de doses para cada Unidade Federativa.

A estratégia de distribuição de vacinas Covid-19 é revisada semanalmente em reuniões tripartites (governos federal, estaduais e municipais), observando as confirmações do cronograma de entregas por parte dos laboratórios. O objetivo é garantir a cobertura do esquema vacinal no tempo recomendado de cada imunizante. No caso da vacina do Butantan, o intervalo é de quatro semanas.

O Ministério da Saúde reforça para que a população tome a segunda dose da vacina Covid-19 mesmo que a aplicação ocorra fora do prazo recomendado pelo laboratório, para assegurar a proteção adequada contra a doença. Em relação a gestantes e puérperas, a pasta ressalta que a vacinação deverá prosseguir, no momento, apenas em mulheres com comorbidades e com as vacinas Covid-19 do Butantan ou da Pfizer/BioNTech.

MAIS DE 80 MILHÕES DE DOSES DISTRIBUÍDAS

Desde o início da campanha de vacinação contra a Covid-19, já foram destinadas a todas as Unidades Federativas mais de 83,8 milhões de doses de imunizantes – 9,4 milhões apenas nos últimos sete dias.
Até o dia 14 de maio, mais de 50 milhões de doses já foram aplicadas. O andamento da vacinação no país pode ser acompanhado pela plataforma LocalizaSUS.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com informações do Ministério da Saúde






Você pode gostar