Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

Vacina: mais 3,9 milhões de doses serão distribuídas no Brasil nesta quinta (6)

O Ministério da Saúde informou que as doses serão distribuídas de forma igualitária entre as Unidades Federativas

Foto: Divulgação/Governo de São Paulo

A partir desta quinta-feira (6), estados e o Distrito Federal começam a receber mais vacinas contra a Covid-19. As 3,9 milhões de doses estão sendo enviadas para todo o Brasil pelo Ministério da Saúde. O imunizante, da AstraZeneca/Oxford foi adquirido por meio do consórcio Covax Facility.

O Ministério da Saúde informou que as doses serão distribuídas de forma igualitária entre as Unidades Federativas. O novo lote é destinado para a primeira dose de pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas, e de pessoas com deficiência permanente. As orientações estão no 16° informe técnico da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS)

A estratégia de distribuição de vacinas Covid-19 é revisada semanalmente em reuniões tripartites (governos federal, estaduais e municipais), observando as confirmações do cronograma de entregas por parte dos laboratórios. O objetivo é garantir a cobertura do esquema vacinal no tempo recomendado de cada imunizante. No caso da vacina da AstraZeneca/Oxford, o intervalo entre as doses é de 12 semanas.

PRÓXIMAS REMESSAS PARA ENTREGA

O Ministério da Saúde já prepara o envio de novos lotes de vacinas Covid-19 do Instituto Butantan e da Pfizer/BioNTech. A pasta aguarda a chegada de 1 milhão de doses da Coronavac para iniciar a distribuição para todo o País – elas serão destinadas para a segunda dose da população. O 16º informe técnico será atualizado com a divisão aos estados e DF assim que os imunizantes estiverem disponíveis para o Ministério da Saúde.

A partir da próxima segunda-feira (10/5), mais 1,1 milhão de doses da Pfizer também começam a ser enviadas para as 27 capitais brasileiras, para a primeira dose de pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas, e de pessoas com deficiência permanente – o intervalo entre uma dose e outra da vacina da Pfizer é de 12 semanas.

PÁTRIA VACINADA

O Ministério da Saúde está coordenando a 18ª pauta de distribuição de doses para a campanha de vacinação contra a Covid-19, iniciada no dia 18 de janeiro. Até o momento, contando com esse novo lote, já foram destinadas a todas as Unidades Federativas mais de 73,9 milhões de doses de imunizantes, com um alcance de aproximadamente 47,2 milhões de brasileiros.

Até o dia 6 de maio, mais de 45,7 milhões de doses já foram aplicadas. O andamento da vacinação no país pode ser acompanhado pela plataforma LocalizaSUS.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

SOBRE A COVAX FACILITY

O Brasil é um dos quase 200 países que integram a iniciativa global, criada com o objetivo de fomentar o desenvolvimento e a produção de imunizantes contra a Covid-19, permitindo o acesso justo e igualitário às vacinas através das parcerias com os laboratórios.

O contrato do Governo Federal prevê 42,5 milhões de doses até o fim de 2021. Dessas, já chegaram ao país quase 5 milhões de doses da AstraZeneca/Oxford, produzida na Coreia do Sul. Mais 4 milhões de doses do mesmo laboratório são esperadas para o terceiro trimestre e outras 842,4 mil doses da vacina da Pfizer/BioNTech estão previstas até junho, todas por meio do consórcio.

A aliança global Covax é coliderada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), pela Coalizão para Promoção de Inovações em prol da Preparação para Epidemias (CEPI) e pela Aliança Mundial para Vacinas e Imunização (Gavi), em parceira com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Com informações do Ministério da Saúde

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar