Brasil

TV digital estréia em São Paulo em dezembro de 2007

Por Arquivo Geral 10/10/2006 12h00

A Universidade de Brasília (UnB) abre edital com 53 vagas para o programa de residência médica do Hospital Universitário de Brasília (HUB). As inscrições podem ser feitas entre os dias 16 e 29 de outubro. A taxa de inscrição custa R$ 180.

Clique aqui e confira o edital.

A Polícia Federal confirmou a prisão de 30 pessoas no Rio Grande do Sul durante a operação Bola de Fogo desencadeada hoje, ambulance para combater contrabando de cigarros, viagra 60mg armas e drogas. Ao todo, a força-tarefa cumpre 116 mandados de prisão e 135 de busca e apreensão em 11 estados.

Entre os detidos no Rio Grande do Sul, estão os líderes e laranjas da quadrilha, empresários, advogados e servidores públicos. Em Uruguaiana foram presos 16 pessoas e em Cerro Largo, na região Noroeste, foi detido um policial civil.

O superintendente da Polícia Federal no estado, José Francisco Mallmann, disse que a carga de contrabando da quadrilha apreendida nos últimos 12 meses no Rio Grande do Sul está avaliada em R$ 1 milhão. "No país, os carregamentos de cigarros do Paraguai, totalizam R$ 13 milhões", informou o delegado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Tudo começou a cerca de um ano, quando foi instaurado um inquérito para apurar, justamente, o contrabando de cigarros, no município de Uruguaiana, e um outro no Mato Grosso do Sul. A partir daí, chegamos a toda essa ramificação", explicou.

Segundo o superintendente regional da PF as quadrilhas introduziam os cigarros do Paraguai, vindos via Paraná e Santa Catarina, mas também nas rotas gaúchas, via Cerro Largo e Uruguaiana, que fazem fronteira com a Argentina. "A partir desses locais era formada toda essa rede de distribuição de cigarros no país", destacou.

No Rio Grande do Sul também houve prisões e cumprimento de mandatos de busca e apreensão em Alegrete, São Borja, Frederico Westphalen, Sobradinho, São Luiz Gonzaga, Guarani das Missões, Candelária, Dois Irmãos, Pelotas e Gravataí.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O líder supremo e maior autoridade do Irã, sick aiatolá Ali Khamenei, site disse hoje que o país não abrirá mão de seu direito de desenvolver tecnologia nuclear, informou a TV estatal.

"Nossa política é clara, progresso com uma lógica clara e insistência no direito de nossa nação sem qualquer recuo", disse, referindo-se ao programa nuclear de Teerã.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Atualizada às 20h29

O ministro das Comunicações, click Hélio Costa, anunciou hoje o cronograma de implantação da TV digital no Brasil.

De acordo com o ministro, a data para o início das transmissões com sinal digital na área metropolitana de São Paulo é 3 de dezembro de 2007. A transmissão de TV digital estará em todas as capitais do país até o final de 2009 e em todos os municípios até o final de 2013.

O sistema analógico de transmissão televisiva será desligado em 29 de junho de 2016, quando completará dez anos da escolha do padrão japonês para a TV digital no Brasil.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Ministério deve publicar nos próximos dias uma portaria para criar dez canais públicos de TV Digital. A informações foi confirmada pelo ministro Hélio Costa. Segundo ele, cada canal público terá uma faixa de 6 Mhz de transmissão digital. A proposta está prevista no decreto 5820 que criou o Sistema Brasileiro de TV Digital.

“Uma das razões principais para a adoção do sistema japonês é porque ele era único que, sendo adotado no país, liberava os canais de 60 a 69 que hoje são utilizados para fazer a comunicação entre a base e o transmissor. Como no sistema japonês você faz a transmissão dentro dos 6 Mhz, vão sobrar esses canais de 60 a 69 que deixarão de ser utilizados. E nós vamos utilizar esses canais para iniciar um procedimento de redes públicas de televisão”, disse o ministro.

Indagado pelos jornalistas se os canais públicos teriam uma faixa de 6 Mhz para cada um ou uma sub-divisão, o ministro enfatizou que as emissoras públicas terão direito a uma faixa exclusiva. “A Radiobrás passa a ter um canal nacional. O Ministério da Educação terá um Canal da Educação. O Ministério da Cultura vai ter um Canal da Cultura. E cada cidade vai ter um Canal da Cidadania. E se você quiser, lá na cidade, pode dividir em quatro o canal”, relatou ao acrescentar também a TV Senado e a TV Câmara.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A consignação dos canais digitais para a exploração direta da União Federal está prevista do decreto 5820 nos artigos 12 e 13. Clique aqui para ver a íntegra do documento.






Você pode gostar