Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

Suspeito e professoras que morreram em ataque nesta manhã são identificados

O suspeito identificado como Fabiano Kipper Mai, de 18 anos, tentou tirar a própria vida após o crime

Por Geovanna Bispo 04/05/2021 3h36
Foto: Simone Fernandes/Arquivo Pessoal/cedida ao G1

Na manhã desta terça-feira (04), um jovem invadiu uma escola municipal de educação infantil, no município de Saudades-SC, onde feriu e matou três crianças, entre dois e seis anos, uma professora e uma agente socioeducativa, que também trabalhava no local, com um facão. As mulheres são Keli Adriane Anieceviski, de 29 anos, e Mirla Renner, de 20 anos. As duas seriam naturais da cidade.

Segundo a Polícia Civil da cidade, o suspeito identificado como Fabiano Kipper Mai, de 18 anos, tentou tirar a própria vida após o crime, mas foi socorrido e encaminhado ao Hospital de Pinhalzinho e transferido para Chapecó.

A escola atende crianças de seis meses a três anos, mas ainda não há informações sobre mais vítimas.

Após o ataque, o ex-governador do estado, Carlos Moisés, classificou como “devastadora” o acontecimento e disse que “todas as energias das forças de segurança da região devem ser empregadas no esclarecimento desse trágico episódio”.

“Minha solidariedade às famílias, à comunidade escolar e a todos os moradores da acolhedora cidade do nosso Oeste”, desejou Moisés, que está afastado do cargo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O prefeito da cidade, Maciel (PSL), decretou luto oficial por três dias. Saudades-SC tem 9.810 habitantes, segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar