Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

Suspeito de tráfico internacional que escapou da cadeia é recapturado

Homem é apontado como um dos maiores traficantes de armas do mundo. Grupo abastecia o Brasil com milhares de fuzis

Imagem ilustrativa/Agência Brasil

Na noite de segunda-feira (19), a Polícia Civil do Rio de Janeiro (PCERJ) prendeu um homem suspeito de tráfico internacional de armas. Ele já havia sido preso nos últimos dias, mas conseguiu escapar.

O homem estava escondido em uma residência e não resistiu à prisão. João Victor Silva Roza é considerado um dos maiores traficantes de armas do mundo e era um dos principais integrantes da quadrilha do padrasto, Frederick Barbieri, conhecido como o “Senhor das Armas”, que está preso nos Estados Unidos.

Outro suspeito está foragido. João Filipe Cordeiro Barbieri fugiu com João Victor e até agora não foi encontrado. O grupo cujos suspeitos faziam parte é responsável, segundo investigações da Polícia Federal, por enviar milhares de fuzis para o Brasil. As armas eram escondidas em aquecedores de piscina.

“A primeira pista que tivemos dele é que ele tinha montado uma loja de gás GNV em Itaborai. Começamos a monitorar o pessoal da loja para ver a entrega de dinheiro. Até que chegamos em Belford Roxo. Quando ele foi entrar no carro, que víamos com frequência na loja, ele foi preso”, explicou Raphael Montenegro, secretário da Seap.

Outra que se beneficiou da fraude foi Gilmara Monique Amorim, condenada a mais de 18 anos de prisão por sequestro e assalto a banco. Ela faz parte de um grupo acusado de planejar e executar mais de 10 assaltos a banco no Rio. Ela, no entanto, foi recapturada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar