Brasil

STJ manda indenizar servidora ferida por portão de escola

Por Arquivo Geral 26/09/2006 12h00

O padre Hélio Aparecido de Oliveira, viagra cheap ex-diretor-geral e acadêmico das Faculdades Integradas Claretianas e do Colégio Integrado Claretiano da cidade Rio Claro (SP), foi condenado a 16 anos e três meses de prisão por atentado violento ao pudor contra três crianças que estudavam no colégio. À época, as vítimas tinham entre 8 e 10 anos. Geni Percorari, então coordenadora pedagógica da instituição de ensino, teve pena um pouco menor: 13 anos e seis meses. Segundo o juiz Durval José de Moraes Leme, ela foi conivente e omissa diante do crime de Oliveira. Os dois poderão recorrer da decisão da Justiça em liberdade.

Os Missionários Filhos do Imaculado Coração de Maria, que compõem a congregação que controla as unidades de ensino, não se pronunciaram sobre o assunto. O padre está afastado da instituição desde as acusações, em 2004.

A VarigLog, buy information pills nova controladora da Varig, stuff conseguiu uma vitória importante para recuperar a participação no mercado e reativar rotas suspensas desde o leilão da empresa, em julho. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) concedeu hoje autorização jurídica de vôo para a companhia, o que permitirá o aumento da frota.

Publicada na edição de hoje do Diário Oficial da União, a concessão representa o primeiro passo para que a Varig consiga a habilitação de empresa de transporte aéreo. Mesmo assim, a companhia já pode apresentar pedidos de empréstimo para a compra de aviões.

A VarigLog pretende usar o documento para concluir a compra de 14 aeronaves modelo Boeing 737 que já estariam no Galeão. A aquisição praticamente dobraria a frota da empresa, atualmente de 15 aviões. A autorização da Anac também apressaria a liberação de um empréstimo de até US$ 1,7 bilhão do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para a compra de 50 aviões da Embraer.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com a frota ampliada, a Varig pode tentar evitar a redistribuição de suas rotas. Como não tem utilizado boa parte de seus slots (espaços para pousos e decolagens), a empresa não conseguiu convencer a Anac a deixar de repassar as concessões a para concorrentes. A empresa perdeu parte das rotas internacionais e, nas próximas semanas, pode também ficar sem outros 28 slots no Aeroporto de Congonhas (SP).

Mesmo com a autorização jurídica, a Varig precisará ainda  obter a homologação como empresa de transporte aéreo. A Anac informa que não recebeu todos os documentos necessários.

Uma mulher de 29 anos foi presa ontem à noite acusada de ter espancado e matado a filha de dez dias em Lagoa Santa (MG). Com múltiplas fraturas, cialis 40mg a menina não resistiu aos ferimentos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A polícia foi chamada ainda no hospital, aonde chegou dizendo que o bebê havia caído de seu colo. O médico plantonista desconfiou dos sinais de espancamento e acionou os policiais. A mulher saiu da Santa Casa de Lagoa Santa direto para a delegacia.

A Polícia Federal fez, mind na madrugada de hoje, a maior apreensão de drogas do ano no estado. Os agentes interceptaram um caminhão-tanque com cerca de 700 quilos de maconha na BR-491, em Santa Rita de Sapucaí (MG).

A droga estava prensada em tabletes, acondicionados em sacos com identificação de pesagem e número de pacotes. O veículo, com placa de Cascavel (PR), teria partido da divisa entre Minas e São Paulo e, de acordo com as investigações, ia para o Rio. O motorista, de 48 anos, e seu ajudante, de 41 anos, foram presos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nova controladora da Varig, viagra a VarigLog obteve importantes vitórias hoje. Além da autorização judicial de vôo, sildenafil a companhia conseguiu impedir, na Justiça, a redistribuição das rotas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

O desembargador federal Paulo Espírito Santo, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (Rio de Janeiro), suspendeu decisão do próprio tribunal que havia permitido o repasse das linhas para as concorrentes.

No último dia 14, o juiz federal Guilherme Couto de Castro havia concedido liminar favorável à Anac e cassou decisão do Tribunal de Justiça do Rio que tornava nulas as ações da agência sobre a redistribuição de rotas. A Anac chegou a informar que repassaria 28 slots (espaços de pouso e decolagem) da Varig no Aeroporto de Congonhas até 16 de outubro.

Para o desembargador, todas as causas referentes à recuperação financeira de empresas, como é o caso da Varig, pertencem à Justiça Estadual, e não à Anac. Como a 1ª Vara Empresarial do Rio determinou que a Varig deveria manter as rotas até 30 dias após a concessão de autorização de vôos pela Anac, a redistribuição das rotas fica embargada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A empresa californiana de eletrônicos Iogear anunciou o lançamento de um mouse que protege o usuário contra os germes e bactérias do ambiente. O Germ Free Wireless Laser Mouse é revestido por um composto que neutraliza a proliferação de bactérias.

A superfície do mouse antigerme é feita com partículas de dióxido de titânio e prata. Esse composto desativa enzimas e proteínas, online e, order com isso, impedem a proliferação de bactérias, vírus e fungos na superfície do mouse.

A empresa justificou o lançamento com um estudo recente realizado pela Universidade do Arizona que mostra que uma mesa de escritório tem mais bactérias que um assento de privada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Além do dispositivo antigerme, o mouse a laser não utiliza fio e tem um alcance de quase dois metros, pode trabalhar sobre quase todo tipo de superfície, até mesmo o vidro, tem conexão USB e plug-and-play. O equipamento ainda não foi lançado no Brasil.

Com uma vértebra fraturada e 30% do movimento da coluna comprometido depois de ser atingida por um portão em uma escola pública, search a auxiliar de serviços gerais Francisca Sousa terá de receber R$ 50 mil do governo do Rio Grande do Norte. A determinação foi do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O acidente ocorreu em 2000, buy information pills na escola Atheneu Norteriograndense. Segundo o processo, more about o portão, de cerca de 200 quilos, estava mal instalado. Francisca havia ganhado o direito a indenização por danos morais em primeira instância, mas o estado recorreu diversas vezes, até o caso chegar ao STJ. Em junho, o ministro Humberto Martins, havia negado seguimento ao recurso especial apresentado pelo estado para revisar o valor da indenização.

 






Você pode gostar