Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

Saúde e Educação orientam sobre volta às aulas

Segundo Queiroga, o ministério já enviou para todos os estados doses suficientes para imunizar ao menos com a primeira dose todos os funcionários

Por Geovanna Bispo 04/08/2021 3h06
Foto: Amanda Perobelli/Reuters

Na tarde desta quarta-feira (04), os ministros da Educação, Milton Ribeiro, e da Saúde, Marcelo Queiroga, assinaram um acordo com orientações de segurança contra a covid-19 para que as aulas das escolas públicas de educação básica de todo o Brasil retornem de forma presencial.

Segundo Queiroga, mesmo com a orientação do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) de que as aulas devem voltar mesmo que os funcionários das escolas e crianças não estejam vacinadas, o ministério já enviou para todos os estados doses suficientes para imunizar ao menos com a primeira dose todos os funcionários.

Hoje já temos praticamente as vacinas necessárias para os professores distribuídas em todos os estados, não sei se devidamente aplicadas”, afirmou Ribeiro, que ainda elogiou Queiroga pelo fato de o ministro não incentivar as pessoas a ficarem em casa. “Ele [Queiroga] não é daquele tipo que manda ficar em casa e espera as coisas acontecer, ele é do tipo que vai em frente e faz as cosas acontecerem”. Em julho do ano passado o MEC já havia publicado um guia com protocolos de orientação.

Guia de retorno das Atividades Presenciais na Educação Básica by Jornal de Brasília on Scribd

Entre as principais orientações estão o uso obrigatório de máscara, lavagem frequente das mãos com água e sabão, uso constante de álcool em gel e distanciamento de pelo menos um metro. Além dessas, em específico para os profissionais da educação, está nova organização das equipes de forma escalonada, portas e janelas sempre abertas e rotina de limpeza do ambiente e materiais.

Em todo o país, as aulas foram suspensas em março de 2020, quando a pandemia chegou ao Brasil. Desde então, a maioria das escolas públicas e privadas tentaram manter as aulas de forma remota, seja pela internet ou por material impresso.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

DF

O calendário escolar do Distrito Federal voltou nesta semana, com os três primeiros dias exclusivos para o reencontro dos professores. Dessa forma, os estudantes só voltam para as escolas nesta quinta-feira (05), gradualmente, começando pelo ensino infantil.

Ainda assim, as aulas acontecerão de forma híbrida, ou seja, apenas metade da turma irá a escola e o restante se manterá de forma remota, com os grupos sendo alternados a cada semana.

Veja calendário completo:

  • 2 a 4 de agosto: encontro pedagógico
  • 5 de agosto: retorno da Educação Infantil
  • 9 de agosto: retorno do Ensino Fundamental 1 (1° ao 5° ano) e do 1° segmento do EJA
  • 16 de agosto: retorno do Ensino Fundamental 2 (6° ao 9° ano) e do 2° e 3° segmentos do EJA
  • 23 de agosto: retorno do Ensino Médio e Educação Profissional e Tecnológica
  • 30 de agosto: retorno de todos os demais atendimentos

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar