Brasil

Pesquisadores identificam nova variante da Covid-19 em BH

Agora, os pequisadores estão analisando o grau de periculosidade da nova mutação, que ainda não recebeu um nome

Uma nova cepa do coronavírus foi identificada por pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). De acordo com os cientistas, a variante foi formada por meio de 18 mutações não que tinham sido detectadas juntas, sendo que algumas delas já estiveram presentes em duas ramificações brasileiras (descobertas em nos estados de Manaus e do Rio de Janeiro), na britânica e na sul-africana. As informações são do jornal O Globo.

Durante as análises, o total de 85 genomas passaram pelo processo de sequenciamento. Agora, os pequisadores estão analisando o grau de periculosidade da nova mutação, que ainda não recebeu um nome. Renato Santana é coordenador do estudo da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Ele e outros cientistas acreditam que a cepa possa estar em circulação em outros locais do país, além da capital mineira.

Vale destacar que o estado de Minas Gerais registrou 508 óbitos nas últimas 24h, em decorrência da Covid-19. O índice representa um recorde no número de falecimentos devido à doença, desde o começo da pandemia.






Você pode gostar