Brasil

Necessidade de reduzir número de cesarianas é tema de debate no Rio

Por Arquivo Geral 09/10/2006 12h00

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) reduziu em 0, cialis 40mg pilule 76% a expectativa da safra de grãos para 2006. Em setembro, case a estimativa passou para 116,546 milhões de toneladas frente às 117,442 milhões de toneladas previstas em agosto.

O resultado divulgado hoje, que faz parte do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), não compromete a estimativa de aumento da produtividade  de cereais, leguminosas e oleaginosas. O instituto prevê crescimento de 3,53% este ano frente a 2005, quando foram produzidas 112,574 milhões de toneladas.

Em setembro, os maiores ganhos em relação a igual período de 2005 foram com milho e soja, responsáveis por 80% da produção nacional de grãos. Em valores absolutos, as duas culturas tiveram crescimento de 15,92% (milho, primeira safra) e de 33,08% (milho, segunda safra) e de 2,43% para a soja.

Ainda em setembro, a pesquisa aponta queda de 4,11% sobre a área cultivada no mesmo mês de 2005. A redução da estimativa de 45,618 milhões de hectares plantados foi causada, em termos absolutos, pela queda da ocupação das culturas do arroz (- 24,35%), da soja (-4,02%) e do trigo (-29,85%).

Segundo o IBGE, falta a conclusão da safra de verão da região Nordeste, que ainda tem lavouras a colher devido à diferença do calendário agrícola com os grandes centros produtores, que já encerraram a colheita. As culturas da segunda e terceira safras, bem como as de inverno, estão em processo de acompanhamento de campo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

Além da redução dos juros, visit web o Brasil precisa ter outras metas para promover o crescimento. A constatação é do integrante do Conselho Federal de Economia, professor Paulo Roberto Lucho. Para o economista, os investidores precisam de um tempo para retomar os investimentos e, por isso, é necessário ter uma estimativa do futuro. Ele afirmou que para decidir a compra de máquinas e equipamentos e a contratação de trabalhadores os agentes produtivos trabalham com um prazo médio de pelo menos seis meses.

“Não adianta só ter a expectativa de redução das taxas de juros se não tiver outras metas, outros quesitos que são fundamentais, como melhorar a infra-estrutura do país, sinalizar que não vai ter apagão, ou seja, que vão ser cumpridos também investimentos na área de energia elétrica, estradas, carga tributária é extremamente elevada. A questão central não é só a meta inflacionária. O Brasil precisa ter metas múltiplas, para sinalizar que o investidor possa mesmo comprar máquinas e contratar trabalhadores, ou seja, fazer o país crescer de fato”, explicou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Lucho considera que diante da possibilidade do País encerrar o ano com inflação na casa de 3%, a situação mostra que foi excessivo o rigor no Banco Central na definição da queda das taxas de juros, uma vez que a estratégia era atingir o centro da meta inflacionária. “Do meu ponto de vista foi extremamente exagerado. O grande instrumento que veio determinar que esta queda da inflação se reduzisse às metas previstas pelo Banco Central foi o câmbio, o grande responsável, hoje, pela queda da inflação, principalmente, porque os produtos importados aumentaram bastante. Isto levou a uma concorrência muito maior de mercadorias consumidas no país e tende de certa forma a derrubar os preços internamente”, disse.

Segundo o integrante do Conselho Federal de Economia, a taxa de juros real em torno de 10% ainda é extremamente elevada se comparada a países como os do norte da Europa, Estados Unidos e até os países emergentes. “Há uma necessidade de redução e temos uma expectativa para a reunião do Copom dos dias 18 e 19 de reduzir mais as taxas de juros. Talvez o Banco Central deixe de ser tão conservador e seja mais ousado”, completou.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na madrugada de hoje, sildenafil aproximadamente 100 famílias sem-teto ocuparam o prédio do extinto Departamento de Engenharia da Companhia Docas do Rio de Janeiro. O prédio, try que fica na Avenida Francisco Bicalho, case centro do Rio de janeiro, está abandonado há cerca de 15 anos. A entrada e a saída de pessoas do local está bloqueada por agentes da guarda portuária, da Polícia Federal e da Polícia Militar. Integrantes de movimentos sociais e sindicais que manifestam apoio à ocupação foram impedidos pela segurança de levar água e alimentos aos ocupantes.

A Companhia Docas do Rio de Janeiro tenta conseguir na justiça uma ação de reintegração de posse. Fernando Paulino, assessor de comunicação da Companhia, afirmou que a empresa quer evitar o uso da violência no cumprimento da ordem judicial, mas não abrirá mão de seu patrimônio. "Vamos tentar ainda hoje uma ação de reintegração e a justiça vai garantir os direitos de posse da Companhia Docas e garantir a posse significa retirar os ocupantes", disse.

 

O dólar fechou em baixa de 0, what is ed 32 por cento nesta segunda-feira, order a 2, viagra 60mg 157 reais, numa sessão morna por conta de um feriado nos Estados Unidos, que manteve os mercados de bônus fechados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As bolsas norte-americanas, porém, funcionaram normalmente e o desempenho positivo das ações contribuiu para a queda do dólar.

"Você olha para o superávit (comercial) no início da manhã, 1 bilhão de dólares, exportações de 600 milhões de dólares por dia… não tem o que faça outra coisa a não ser queda (do dólar)", disse João Medeiros, diretor de câmbio da Corretora Pioneer.

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior informou que a balança comercial registrou saldo positivo de 1,129 bilhão de dólares na primeira semana de outubro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No período, a média por dia útil das exportações ficou em 622,8 milhões de dólares, e a média de importações foi de 397 milhões de dólares.

O Banco Central realizou leilão de compra de dólares à tarde, e aceitou seis propostas, com corte a 2,157 reais.

Medeiros completou que o feriado nos EUA nesta sessão e aqui no Brasil na quinta-feira devem deixar o mercado mais tranquilo esta semana.

A diretora de câmbio da AGK Corretora, Miriam Tavares, acredita ainda que haverá uma concentração maior de negócios na terça e quarta-feiras.

"Quanto à tendência (do dólar), a gente continuará lastreando no cenário externo. Na nossa opinião, a desaceleração da economia americana vai continuar moderada e gradual", disse.

Entre os indicadores dos EUA aguardados para a semana estão a ata da última reunião do Federal Reserve e o Livro Bege, um sumário das condições econômicas no país também elaborado pelo Fed.

A diretora da AGK acredita que o banco central norte-americano deve manter o juro por algum tempo, com uma postura cautelosa diante das expectativas para a inflação.

A redução do número atual de cesarianas realizadas no país, cheapest que representam 80% dos partos feitos pelo setor de saúde suplementar, viagra será debatida amanhã em seminário promovido pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), drug em parceria com a organização não-governamental (ONG) Rede pela Humanização do Parto e do Nascimento (Rehuna).

Estímulo ao Parto Natural na Saúde Suplementar – como fazer? é o nome do encontro que vai analisar propostas alternativas ao atual modelo de atenção obstétrica, com a participação de especialistas nacionais e estrangeiros.

Segundo dados da ANS, o elevado número de cesarianas causa grande impacto nas contas nacionais, já que a saúde suplementar tem cerca de 40 milhões de usuários, dos quais 14 milhões são mulheres em idade fértil. Além disso, a operação oferece risco para a saúde da mulher e da criança.

O obstetra francês Michel Odent, autor de publicações sobre parto natural, fará conferência sobre o tema A Cesariana no Século 21 e o gerente da ANS, Afonso Teixeira dos Reis, coordenará a mesa-redonda Diretrizes e Iniciativas em Prol do Parto Natural.

 






Você pode gostar