Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

Menina de 10 anos consegue na Justiça o direito de jogar futebol na escola

O campeonato de futebol da escola começa neste sábado (9), mas a instituição alegou que não tinha condições de formar uma equipe feminina

Por Camila Bairros 05/07/2022 11h02
Foto: Arquivo Pessoal

Emanuelle Oliveira, de 10 anos, é estudante do Colégio Santa Risa de Cássia, no Barreiro, em Belo Horizonte. Assim como a maioria das crianças de sua idade, adora brincar e praticar esportes, principalmente futebol, mas esse direito lhe foi negado.

A menina queria participar do campeonato de futebol da escola, que começa neste sábado (9), mas a instituição alegou que não tinha condições de formar uma equipe feminina e, por isso, a aluna não poderia jogar.

“A escola chegou a dizer que tinha que perguntar aos meninos se concordariam sair do time para uma menina jogar”, contou a mãe, que organizou um ato na festa junina da escola para mostrar a insatisfação com a decisão. Nisso, Daniele ganhou o apoio de outras mães, que a ajudaram a levantar cartazes afirmando que as meninas também gostam de jogar futebol.

Foto: Arquivo Pessoal

Mesmo com a ação organizada pelas mães, o colégio seguiu impedindo Emanuelle de entrar para a equipe, por isso, a mãe da menina acionou a Justiça. Então, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) concedeu uma liminar para que a criança pudesse disputar o torneio.

O juiz Rodrigo Lorezon destacou a importância do incentivo ao esporte e à cultura, e que o fato de não ter uma equipe feminina não deveria ser motivo para que a aluna não disputasse o torneio. Caso a escola não cumpra a decisão, poderá ser multada em R$ 20 mil.

Segundo a mãe da criança, a filha treina com os meninos desde os cinco anos. “Ela quer jogar futebol, eu apoio porque é uma atividade física. Sempre jogou com os meninos e nunca teve problemas”.

Com o apoio da Justiça, Emanuelle se prepara para o torneio. Em nota, a escola afirmou não ter ciência de qualquer determinação judicial sobre o assunto. “A competição do colégio é organizada, para os esportes de quadra, em equipes femininas e masculinas e as categorias de competição entram de acordo com o desenvolvimento de habilidades físicas e domínio dos fundamentos respectivos do esporte”, disse a instituição.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar