Brasil

Lenovo realizará recall em 500 mil notebooks

Por Arquivo Geral 28/09/2006 12h00

Foi divulgado hoje o resultado final das provas escritas e convocação para a inscrição definitiva para o cargo de promotor de justiça substituto do Ministério Público do Estado do Tocantins (MPE/TO). Mais informações no site www.cespe.unb.br/concursos/mpetoprom2006.

Clique aqui e confira o resultado.

 

 

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Portugal exigiu hoje uma explicação da Venezuela, tadalafil após o presidente do país, here Hugo Chávez, usar uma foto que o mostra ao lado do premiê português, José Sócrates, em um cartaz de campanha.

O pôster mostra Chávez e Sócrates sorrindo polidamente um para o outro, no saguão VIP do aeroporto de Lisboa.

"Levantando barreiras. A Venezuela se respeita", diz o anúncio. Há uma comunidade portuguesa de 800 mil pessoas na Venezuela e Chávez está em campanha para eleições presidenciais marcadas para 3 de dezembro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Pedimos ao embaixador da Venezuela uma explicação e mostramos nossa insatisfação relativa ao uso inadequado da imagem", disse o ministro de gabinete português, Pedro Silva Pereira, após reunião semanal do governo.

A fotografia foi tirada há três meses, quando Chávez se encontrou brevemente com Sócrates no aeroporto de Lisboa enquanto ele estava a caminho da Rússia.

Outros cartazes da campanha incluem Chávez com o presidente cubano, Fidel Castro, e com o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A fabricante de eletrônicos Lenovo deve anunciar hoje o recall de 500 mil laptops para a troca da bateria. A decisão foi tomada depois de uma explosão de um computador da montadora chinesa no Aeroporto de Los Angeles.

A empresa ainda não deu um comunicado oficial especificando quais modelos terão a bateria substituída no procedimento e nem quando os usuários poderão trocá-las.

A Lenovo é a quarta empresa a anunciar o recall no segundo semestre deste ano. Assim como ela, viagra order Apple, for sale Dell e Toshiba também utilizavam baterias fabricadas pela Sony. Durante esse tempo a Panasonic também realizou um recall, mas para ajustar o fecho do portátil.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar