Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

Janssen pede à Anvisa extensão de validade de vacina de 3 meses para 4,5 meses

A proposta ocorre em meio a discussão sobre a distribuição de 3 milhões de doses da vacina com validade até 27 de junho

Foto: REUTERS / Shannon Stapleton

Natália Cancian
Brasília, DF

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) informou nesta sexta-feira (11) que avalia um pedido da Janssen para estender o prazo de validade da vacina produzida pela farmacêutica contra Covid-19 de 3 meses para 4,5 meses.

O pedido foi feito pela empresa na quinta-feira (10) para as doses que devem ser disponibilizadas ao Brasil. O imunizante requer apenas uma dose para ter eficácia. A proposta ocorre em meio a discussão sobre a distribuição de 3 milhões de doses da vacina que estão previstas para chegar ao país neste mês, com validade até 27 de junho.

Nesta quinta (10), a agência reguladora dos Estados Unidos aprovou a ampliação do prazo de validade da vacina para 4,5 meses no país, o que levou ao mesmo pedido no Brasil.

O Brasil tem contratos para obter 38 milhões de doses da Janssen neste ano. As entregas, porém, estavam previstas apenas para entre julho e dezembro. Desde então, o Ministério da Saúde tem dito que pretende acelerar a distribuição caso receba a vacina mais cedo.

A possibilidade de estender a validade foi alvo de reunião entre membros da Anvisa e da empresa na tarde desta sexta. Em nota, a agência diz que planeja finalizar a análise das informações apresentadas “o mais breve possível”.
“Por se tratar de uma vacina com autorização para uso emergencial no Brasil, a decisão quanto ao pedido da farmacêutica caberá à diretoria colegiada da Anvisa, que deverá se reunir já na próxima semana”, diz o órgão.

As informações são da Folhapress

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar