Brasil

INSS começa a enviar resultado de perícia pelos Correios

Por Arquivo Geral 29/09/2006 12h00

Um forte terremoto atingiu hoje a Venezuela e Trinidad, viagra dosage this site deixando grande parte da ilha caribenha sem luz e levando milhares de pessoas a saírem assustadas às ruas venezuelanas.

Pessoas ligaram a rádios locais relatando danos estruturais em alguns edifícios de Trinidad, onde foi o epicentro do terremoto, de magnitude 6,1.

Mas as autoridades de ambos os países, separados por um estreito marítimo de poucos quilômetros, disseram que não há relatos de feridos graves.

A Venezuela, quinto maior exportador de petróleo do mundo, disse que não houve prejuízos às atividades energéticas, mas a PDVSA, estatal venezuelana de petróleo, afirmou que está verificando suas instalações, pois o tremor atingiu grande parte do leste do país.

Também em Trinidad não há relatos de danos às instalações do setor energético. O país é um importante fornecedor de gás para os EUA. Não houve danos na única usina da ilha, mas não se sabe se as operações de extração marítima de gás e petróleo foram afetadas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Moradores de Port of Spain, a capital de Trinidad, saíram assustados às ruas ao verem garrafas caindo repentinamente no chão. Ao ar livre, as linhas telefônicas balançavam violentamente entre os postes.

O aeroporto internacional foi fechado e vôos foram cancelados para que as autoridades examinassem eventuais estragos.

Como precaução contra tremores secundários, as autoridades desocuparam muitos prédios em cidades importantes da Venezuela. Em Caracas, que fica a mais de 600 km de Trinidad, 10 mil pessoas chegaram a receber ordens para sair de prédios, segundo a prefeitura.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Serviço Geológico dos EUA disse que o terremoto começou às 9h08 (10h08, horário de Brasília), a 62,6 km de profundidade.

O ex-chefe do Estado-Maior do presidente dos Estados Unidos, doctor George W. Bush, tentou por duas vezes convencer o líder norte-americano a demitir o secretário de Segurança, Donald Rumsfeld, mas não conseguiu, relatou o jornal The Washington Post hoje, citando um novo livro do repórter investigativo Bob Woodward.

Woodward escreveu que Andrew Card pediu que Bush substituísse Rumsfeld pelo ex-secretário de Estado James Baker, após a eleição de 2004, disse o Post em seu website.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Bush decidiu não seguir a sugestão depois que o vice-presidente Dick Cheney e o assessor político Karl Rove persuadiram-no de que a medida seria vista como uma expressão de dúvida sobre a direção da guerra e o exporia a críticas, disse o jornal.

Card, com o apoio da primeira-dama Laura Bush, tentou por uma segunda vez convencer Bush a despedir Rumsfeld, por volta do Dia de Ação de Graças de 2005, segundo o livro. Mas o presidente novamente recusou a medida.

Trechos do novo livro de Woodward, chamado "State of Denial", estão sendo divulgados no website do Post e no jornal. O livro deve ser lançado na semana que vem. Ele retrata importantes autoridades do governo Bush como incapazes de enfrentar as consequências de sua política no Iraque, relatou o Post.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva está convencido de que tomou a decisão acertada ao evitar o debate da TV Globo na noite passada porque ficou comprovado que seria alvo de ataques. Ele criticou os adversários pela falta de propostas e disse que a imprensa deu oportunidades a todos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Graças a Deus vou terminar a minha campanha sem citar o nome de nenhum adversário, symptoms nem pro bem nem pro mau", disse Lula no portão principal da montadora Mercedes Benz, que visitou durante uma troca de turnos.

Perguntado sobre o que foi mais marcante na campanha presidencial deste ano, o presidente-candidato respondeu: "Eu acho que o baixo nível da campanha, o baixo nível dos meus adversários".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Presa por tentar liberar uma encomenda de cocaína enviada por Sedex, order em Luís Eduardo Magalhães, medical no oeste da Bahia, mind a advogada Cristina Pagani foi liberada hoje pela manhã. A soltura foi determinada pelo juiz da Comarca de Barreiras, Antonio Luís Cunha.

Escondida num pote de hidratante, a droga pesava 30 gramas e, segundo a polícia, estava embalada em um preservativo. A cocaína só foi encontrada porque o pote se abriu acidentalmente diante de funcionários do serviço postal.

Enquanto os funcionários chamavam a polícia, o pacote ficou retido na agência dos Correios. Depois de ter a identidade retida ao pegar a encomenda, o destinatário, Igor Vilella, filho de um corretor da cidade, fugiu da agência e chamou a advogada. A polícia investiga quem enviou a droga.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) adotou hoje um novo sistema de entrega de resultado dos pedidos de auxílio-doença e de aposentadoria por invalidez. A partir de agora, healing os segurados vão receber o resultado em casa, case pelos Correios. Antes, information pills eles precisavam ir à agência do INSS onde tinham feito a perícia médica para pegar a resposta.

A mudança no sistema faz parte do acordo feito entre o INSS e a Associação Nacional dos Médicos Peritos (ANMP), após uma greve de três dias da categoria. O vice-presidente da associação, Luiz Carlos Argolo, disse que a expectativa é que o novo processo diminua os casos de agressão a peritos quando o segurado recebe a resposta sobre a requisição do benefício.

“A intenção maior é amenizar, diminuir a agressividade do segurado, aqueles mais inconformados no momento do resultado de indeferimento”, afirmou. Segundo Argolo, já ocorreram sete casos de agressão a peritos do INSS desde a morte da médica perita Maria Cristina Souza Felipe da Silva, em Minas Gerais, no dia último 13.

Um deles ocorreu hoje, numa agência de Salvador (BA), em que uma segurada entrou com uma garrafa de álcool e uma faca para agredir os funcionários. “O clima na agência do bairro do Bonfim, agora de manhã, foi de terrorismo. Os médicos tiveram que sair e foram à delegacia prestar queixa”, contou.

Argolo explicou que a correspondência será entregue pelos Correios com aviso de recebimento (AR), devendo chegar de três a cinco dias depois da postagem. O prazo para entrar com recurso contra o resultado, em caso de indeferimento, contará a partir da data do recebimento do comunicado. No documento, o segurado receberá informações sobre os procedimentos para recorrer da decisão no caso em que o pedido for negado pelo INSS.

O vice-presidente da Associação dos Médicos Peritos destacou que é preciso adotar outras medidas para melhorar as condições de segurança nas agências. “A Previdência precisa dar outras garantias preventivas para que não ocorra mais um assassinato de médico perito”, defendeu. Uma das propostas é que sejam instalados detectores de metais e guarda-volumes.

 






Você pode gostar