Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

‘Foco do Pedro era me intimidar’, diz única mulher de Conselho da Caixa

Maria atua como representante dos trabalhadores do banco e foi reeleita recentemente com 91% dos votos dos servidores

Por FolhaPress 29/06/2022 6h20
Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

A única mulher do Conselho de Administração da Caixa Econômica Federal, a funcionária Maria Rita Serrano, declarou hoje ao Metrópoles que o presidente do banco estatal, Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual por trabalhadoras, tinha o “foco de intimidá-la”.

Maria atua como representante dos trabalhadores do banco e foi reeleita recentemente com 91% dos votos dos servidores.

“Quando falam que eu tentei fazer o enfrentamento, eu sou a única destoante. Isso começou a incomodar e tentaram cercear com esses processos internos. O foco do Pedro era tentar me intimidar.

Mulher, empregada do banco e uma voz destoante. Como eu ia chegar sem um caso formalizado e abordar o assunto no Conselho? Então essa é a dificuldade”, disse ao colunista Guilherme Amado, do Metrópoles, sobre as denúncias.








Você pode gostar