Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

Empresários veem crise na Caixa como golpe para Bolsonaro enquanto Lula se aproxima do setor privado

Enquanto isso, a nuvem que envolve Lula tem outro clima neste momento, segundo a observação de um grande empresário

Por FolhaPress 29/06/2022 5h01
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Joana Cunha
São Paulo, SP

A queda de Pedro Guimarães da presidência da Caixa em meio a acusações de assédio sexual foi vista por grandes empresários como um golpe preocupante para Bolsonaro em um período delicado de seu governo.

A avaliação é que ela chega no momento em que Bolsonaro se vê engessado nas pesquisas e pressionado pelas denúncias de corrupção no MEC, inflação, juros altos, interferências na Petrobras, cobranças na área ambiental e uma nuvem carregada de crises para contornar.

Enquanto isso, a nuvem que envolve Lula tem outro clima neste momento, segundo a observação de um grande empresário. Ou seja, os episódios de crise que acompanham Bolsonaro nas últimas semanas coincidem com o momento do petista em uma agenda de aproximação ao setor privado e com jantares e conversas sobre propostas e governabilidade.

As crises no campo bolsonarista, avalia um alto executivo, estão atrasando o embate em que se esperam, de um lado, Bolsonaro acusando os governos petistas de corrupção, enquanto tenta se defender do fracasso econômico a que o país chegou às vésperas da eleição.








Você pode gostar