Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

Chuvas destroem pontes e deixam mais famílias desabrigadas em MG

O período chuvoso, registrado desde outubro, já deixou seis mortos e fez com que pelo menos 16 mil pessoas deixassem sua casa

Por FolhaPress 08/01/2022 11h47
Foto: Divulgação

Fortes chuvas seguem causando danos no estado de Minas Gerais. De sexta (7) para este sábado (8), enchentes desalojaram 32 famílias, destruíram pontes e danificaram uma Câmara Municipal.

De acordo com o último boletim da Defesa Civil estadual, o período chuvoso, registrado desde outubro, já deixou seis mortos e fez com que pelo menos 16 mil pessoas deixassem sua casa. Mais de 120 municípios estão em estado de emergência.

Nesta madrugada, as principais cidades afetadas foram Cajuri e Miradouro, no sudeste do estado, e Três Corações, ao sul. Em Três Corações, com a cheia do Rio Verde, 23 famílias ficaram desabrigadas e a Defesa Civil desalojou outras 32 famílias, com 85 pessoas, por morarem em área de risco.

Em Miradouro, três pontes da área rural foram destruídas e algumas estradas de acesso foram interditadas por causa de deslizamentos, mas a cidade não está ilhada. Já em Cajuri um deslizamento danificou a Câmara Municipal da cidade durante a madrugada. O local foi interditado e nenhuma pessoa ficou ferida.

Na sexta, as enchentes já haviam alagado casas e destruído estradas em Pouso Alto e São Lourenço, entre outros.
Ao todo, o período chuvoso em Minas já deixou 13.439 desalojados e 3.224 desabrigados. Nos dois casos, são pessoas que tiveram de deixar suas casas, mas são considerados desabrigados os cidadãos que necessitam de assistência do governo para moradia temporária.








Você pode gostar