Brasil

Anderson Torres se reune com novos diretores-gerais da Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal

No encontro, o chefe da pasta destacou que a substituição no comando da PF não significa uma quebra

Foto: Ministério da Justiça

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, participou nesta quarta-feira (7) de uma reunião com os novos diretores-gerais da Polícia Federal, Paulo Maiurino, e Polícia Rodoviária Federal, Silvinei Vasques. No encontro, o chefe da pasta destacou que a substituição no comando da PF não significa uma quebra, além de reforçar que a instituição manterá sua independência e autonomia na forma de atuação.

“A Polícia Federal é uma polícia de Estado, uma polícia que não tem ruptura. É uma das instituições mais bem avaliadas e vamos dar continuidade, cada vez mais, às operações, investigações, fazer o trabalho de Polícia Judiciária e dar continuidade ao trabalho de combate ao crime organizado e a corrupção”, afirmou.

O novo diretor-geral da Polícia Federal, Paulo Maiurino, ressaltou o trabalho de excelência feito pela instituição.

“A Polícia Federal vem demonstrando ao longo dos anos a sua capacidade técnica e operacional e nós vamos dar continuidade a esse trabalho, aprimorando ainda mais a questão da tecnologia, a integração entre as polícias e o principal, vamos cuidar do nosso policial”, explicou Maiurino.

Com informações do Ministério da Justiça e Segurança Pública

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar