Menu
Brasil

Ações da Gol na Bolsa despencam com pedido de recuperação judicial

As ações da concorrente Azul iniciaram a sessão em alta, mas viraram para queda. Por volta das 13h24, elas recuavam 1,35%, a R$ 13,88

Redação Jornal de Brasília

26/01/2024 17h46

Foto: Divulgação

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS)

As ações da Gol desabam no pregão desta sexta-feira (26). Na primeira hora de negociação, os papéis da companhia caíram mais de 14%. Às 13h22, a perda desacelerou para 12,57%, a R$ 5,63 cada ação.

Na quinta-feira (25), a aérea anunciou que entrou com pedido de recuperação judicial nos Estados Unidos. Agências de risco estimam que a dívida da empresa é de R$ 20 bilhões.

De acordo com a Gol, a medida é tomada para fortalecer sua posição financeira. A companhia afirmou que todos os voos operam conforme o programado e todas as passagens aéreas e reservas permanecem em vigor.

A companhia aérea iniciou o processo americano, conhecido como chapter 11 -proteção contra falência nos EUA-, com um compromisso de financiamento de US$ 950 milhões.

A notícia veio pouco antes do fechamento do pregão de quinta, cujo volume de negociação foi menor dado feriado em São Paulo. Mesmo assim, os papéis da Gol reagiram e fecharam em queda de 3,16%, a R$ 6,44 cada um.

O Bradesco BBI cortou a recomendação das ações da Gol para venda e reduziu o preço-alvo de R$ 10 para R$ 1, citando que, “com ou sem o ‘Chapter 11’, todos os cenários levam a uma enorme diluição do capital”.

Nesta sexta, o Ibovespa, principal índice acionário do Brasil, opera em leve alta de 0,25%, a 128.489,75 pontos.
As ações da concorrente Azul iniciaram a sessão em alta, mas viraram para queda. Por volta das 13h24, elas recuavam 1,35%, a R$ 13,88 cada uma.

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado