fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Policiais que agrediram alunos em escola são afastados

Nas imagens, dois alunos, de 17 e 18 anos, são empurrados e agredidos com socos e chutes. Agressão teria começado após a direção do colégio pedir para que um deles se retirasse

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Os policiais militares que aparecem em vídeos agredindo dois alunos, de 17 e 18 anos, foram afastados. A Polícia Militar do Estado de São Paulo afirmou que os homens foram identificados e “afastados da atividade operacional até o término das investigações”.

Nas imagens, um aluno, vestindo camisa azul, é empurrado por militares. Em determinado momento, um policial aparece dando um chute no garoto. Segundo informações, o jovem tem 18 anos. 

Outro aluno, de camisa preta, também é agredido nas imagens. Ele tem 17 anos. Os policiais ainda apontam a arma para os estudantes que filmavam a agressão.

Os estudantes foram detidos por desacato e ouvidos na delegacia. Os policiais e a direção da escola também foram ouvidos.

De acordo com os alunos, a confusão teria começado quando um deles percebeu que seu nome não estava na lista de matriculados. Ele foi questionar junto à direção, e a direção pediu que ele deixasse a escola. Iniciou-se um bate-boca, até que os diretores chamaram a Polícia Militar.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública disse que vai analisar as imagens e adotar as medidas cabíveis. A Secretaria Estadual da Educação também afirmou que apura o caso e colabora com as investigações.

O Conselho Tutelar considera o caso grave. “Foi uma situação de abuso de autoridade tanto por parte da escola como da Polícia Militar. Isso não pode acontecer dentro de uma escola”, afirma o conselheiro Gledson Deziatto. ” Vamos pedir para o Ministério Público de São Paulo tomar as medidas necessárias neste caso. Os alunos estão com medo de ir para a escola”, prosseguiu.


Leia também
Publicidade