fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Motorista de aplicativo que estava desaparecido é encontrado morto

Vítima foi morta a facadas e teve o corpo queimado

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Da redação
[email protected]

O jovem de 24 anos que trabalhava como motorista de aplicativo e desapareceu após sair para fazer uma corrida, foi queimado vivo. O corpo foi encontrado na sexta-feira (8). 

No sábado (9), dois jovens, de 21 e 22 anos, foram presos pela suspeita de matarem Hiago Evangelista Freitas, de 24 anos. Alexandre Cruz Brito, de 21 anos e Rodrigo Porto Oliveira Silva, de 22, confessaram o crime. A dupla assaltou Hiago com um revólver falso e de acordo com o relato, o crime foi premeditado. 

De acordo com o delegado responsável pelo caso, os suspeitos foram encontrados com a ajuda de um cão farejador. O animal levou os policiais a um local próximo a casa de um dos suspeitos, onde os policiais encontraram objetos pessoais da vítima. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Hiago era estudante de odontologia e desapareceu na noite de quinta-feira (6), após deixar a namorada em casa para fazer corridas como motorista de aplicativo. Os suspeitos relataram à polícia que mataram a vítima a facadas e depois queimaram o corpo. 

Na casa do suspeito, a polícia apreendeu vários objetos pessoais da vítima, incluindo documentos, cartões, chave do carro e o celular de Hiago. O carro de Hiago foi abandonado pelos suspeitos. 

Policiais encontraram também na casa de Rodrigo, um revólver falso usado para cometer o assalto. Os dois suspeitos foram autuados em flagrante por latrocínio, que é roubo seguido de morte, e por ocultação de cadáver. 

O caso ocorreu em Vitória da Conquista-BA.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade