fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Médico suspeito de pagar para estudante trabalhar em seu lugar e aluno são soltos

De acordo com as investigações, ao todo o médico recebia R$ 15 mil por supostamente atuar em dois lugares simultaneamente

Avatar

Publicado

em

Foto: Divulgação/Polícia Civil
PUBLICIDADE

Um médico é suspeito de pagar um estudante para trabalhar em seu lugar. No sábado (7), ambos foram presos e, nessa segunda-feira (9), foram liberados após pagarem fiança. A polícia informou que o estudante recebia R$ 5 mil pelo serviço e com ele foram encontrados prontuários, receitas e atestados médicos assinados e carimbados pelo médico.

O estudante Francisco Souza Oliveira Filho está no 6° período de medicina e atendia no hospital municipal de Cachoeira Dourada-GO, enquanto o profissional trabalhava em Moiporá-GO, no mesmo horário. Ao todo, o médico recebia R$ 15 mil.

O Portal G1 teve acesso a uma nota em que a defesa dos acusados alega que não houve crime. “Jamais houve pagamento de Flavio Ferreira Nogueira a Francisco Sousa Oliveira Filho para atuar como médico em seu lugar. Francisco jamais desempenhou a função de médico. Não há qualquer prova em sentido contrário”, disse o advogado Oscar Dering de Oliveira Netto.

Após cada um dos investigados pagarem fiança no valor de dois salários mínimos, a juíza Bianca Melo Cintra liberou os dois para responder em liberdade. No entanto, ambos precisam apresentar comprovante de endereço e não se ausentar por mais de oito dias e nem mudar de endereço sem avisar antes a Justiça.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego) informou que tomou conhecimento do fato e está apurando o caso.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade