fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Família de criança estuprada espera resposta da Justiça

A mãe da criança levou a menina à um posto de saúde para exames de rotina e a médica plantonista que a atendeu constatou o abuso

Aline Rocha

Publicado

em

PUBLICIDADE

Da Redação
[email protected]

Uma criança de dez anos, abusada sexualmente pela última vez em 25 de maio, espera respostas da justiça. A mãe da criança levou a menina à um posto de saúde para exames de rotina e a médica plantonista que a atendeu constatou o abuso.

A menina foi encaminhada a um hospital em Iranduba, onde mora, e durante o atendimento psicológico, relatou os abusos que vinha sofrendo. Ela foi transferida para Manaus e a Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente assumiu as investigações do caso.

“Eu cheguei lá, a médica avaliou e disse: “olha, o que sua filha tem não é uma assadura”. Acionaram a assistente social junto com uma psicóloga. Elas entraram para dentro de uma sala com minha filha, conversaram bastante e minha filha relatou que tinha sido violentada. Me chamaram, chamaram meu marido e informaram que iam trazer ela para Manaus para fazer todos os exames que fossem precisos”, relatou a mãe da criança.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A família aguarda por uma resposta das autoridades há quase dois meses e, entre os motivos da demora, está o pedido de prisão do suspeito feito pela polícia que, ao ser encaminhado ao Ministério Público do Amazonas, desapareceu. O MP afirma que deverá judicializar um pedido de prisão temporária ainda nesta semana.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade