fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Descubra explicação evolutiva do arrepio

Uma música, uma boa refeição, ou um estímulo tátil pode gerar o arrepio; descubra motivo

Avatar

Publicado

em

Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

As pessoas se arrepiam quando estão com frio, medo, ou quando recebem um beijo no pescoço. No entanto, nem todos conhecem a razão científica do eriçamento dos pelos e da horripilação, termo técnico para a reação.

Os ancestrais dos seres humanos também ficavam arrepiados. A reação ocorria para que eles parecessem maiores quando ameaçados, além disso, era uma resposta ao frio, com o intuito de criar uma camada isolante ao redor do corpo.

Ao sentir medo, um alarme de perigo é enviado ao cérebro e causa o arrepio. O estímulo provoca a liberação de adrenalina e dopamina. Esses hormônios estimulam os piloeretores, músculos involuntários que ficam bem debaixo da pele. A contração muscular gera a ereção dos pelos.

Outras sensações são capazes de provocar a reação hormonal, como excitação, ou irritação. Dessa forma, uma música, uma boa refeição, ou um estímulo tátil pode gerar o arrepio. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade