Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Cenas fortes: peão é atacado por onça-pintada

Ele sofreu perfurações graves próximo aos olhos e na nuca. O quadro dele, atualmente, é estável, mas esse tipo de mordida oferece riscos de infecção

Publicado

em

PUBLICIDADE

Da Redação
redacao@grupojbr.com

Luciano da Silva Braga, um peão de 58 anos, foi atacado por uma onça-pintada enquanto cavalgava, nessa quarta-feira (13), em um fazenda no Pantanal, entre Poconé e Cárceres, no Mato Grosso. Ele estava com outros dois colegas, todos montados em cavalos, no momento do ataque. 

As informações são de que os peões encontraram três onças juntas e uma delas atacou Luciano, pelas costas. Os dois peões salvaram Luciano espantando as onças. Ele foi levado para o Hospital Regional de Cáceres, onde recebeu os primeiros-socorros, e foi transferido para o Pronto-Socorro de Várzea Grande.

Segundo a assessoria da Prefeitura de Várzea Grande, todos os procedimentos que poderiam ser feitos no Pronto-Socorro da cidade. Agora no Hospital Santa Rosa, em Cuiabá, Luciano vai passar por cirurgias plásticas para a reconstrução do rosto. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ele sofreu perfurações graves próximo aos olhos e na nuca. O quadro dele, atualmente, é estável, mas esse tipo de mordida oferece riscos de infecção e, por isso, além de passar por cirurgias reparadoras, ele deverá ficar sob observação e somente após 72 horas os danos sofridos poderão ser realmente identificados.

Foto: Reprodução

Outro caso

Está circulando nas redes sociais, desde terça-feira (12), um vídeo com três onças abatidas na carroceria de um pequeno caminhão. O vídeo gerou comoção e, de acordo com as informações, o caso aconteceu em Cocalinho, no Mato Grosso (MT). Essa informação, entretanto, ainda não foi confirmada. 

A Polícia Civil de Mato Grosso já localizou a propriedade onde três onças-pintadas, a mãe e dois filhotes, foram abatidas. De acordo com delegado Valmon Pereira da Silva, a propriedade é de difícil acesso e fica a aproximadamente 150 km da região central de Cocalinho, que fica a 850 km da capital, Cuiabá. Ainda de acordo com a investigação, o crime teria sido cometido por três pessoas, que estão foragidas. Na fazenda, ainda foi localizada a caminhonete que aparece em um vídeo que circula nas redes sociais mostrando os animais mortos.

“Os três suspeitos envolvidos na morte e na divulgação das imagens dos animais fugiram. Porém, o dono da fazenda já foi identificado e será ouvido”, disse o delegado. Ainda de acordo com a polícia, o abate das onças teria acontecido há pelo menos cinco dias. Os suspeitos pelo abate das três onças responderão por crime ambientai contra a fauna, que prevê pena de seis meses a um ano e multa.

A pessoa que filmou, uma mulher, parabeniza um dos suspeitos de ter matado os animais. Ela também deve responder por crime de divulgação das imagens dos animais. No vídeo, o homem é chamado pelo apelido de “Carrapicho”. Ele conta que os três animais estavam em uma árvore e que chegou a sentir “medo”.


Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade