fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Cachorro que foi comido vivo por larvas é adotado após ter pata amputada

Tratamento foi custeado pelos protetores e animal aguarda fim da quarentena para ir morar no novo lar

Avatar

Publicado

em

Foto: Márcia Colla
PUBLICIDADE

Um cachorro, batizado como Valente, teve a pata amputada após sofrer vários ferimentos em decorrência do ataque de larvas. O tratamento de Valente durou cerca de dois meses. A protetora Márcia Colla conta que o cachorro foi adotado e espera o fim da quarentena para ir ao novo lar.

Márcia relata que Valente foi encontrado por protetores em um bairro de São Paulo. Ele foi resgatado pelos voluntários com uma doença conhecida como “bicheira”. A doença estava em estado avançado e comprometia a orelha e a pata traseira do animal.

A protetora conta que a adoção de cães com bicheira é difícil. “Cãezinhos com bicheiras graves são rotineiramente chutados e expulsos de todos os lugares”, contou ao Portal G1.

Após o resgate, Valente foi tratado e castrado. Devido ao estado avançado da bicheira, a pata do animal precisou ser amputada. Apesar disso, Valente não parece sentir falta da panta. Marcia conta que ele corre bastante e é bem alegre.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O tratamento foi custeado pelos protetores e o animal aguarda o fim da quarentena para ir morar no novo lar.

Foto: Márcia Colla

A doença

De acordo com especialistas, as larvas que estavam no corpo de Valente são comuns nos animais. Elas aparecem constantemente em animais que estão nas ruas, ferido e sem cuidado. Os parasitas atacam até que a vítima seja consumida por inteiro. A doença é conhecida como ‘bicheira’. A mosca coloca um ovo, nascem as larvas, que se multiplicam muito rápido.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade