fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Mundo

Mãe adotiva morre, e crianças de 5 e 7 anos passam uma semana com cadáver em casa

Filhos tentaram ligar para alguém, mas não conseguiram desbloquear o celular da mulher de 71 anos

Willian Matos

Publicado

em

PUBLICIDADE

Dois irmãos de cinco e sete anos passaram uma semana vivendo com o o cadáver da mãe adotiva após a mulher de 71 anos morrer em casa. As crianças haviam sido adotadas há apenas um mês.

O caso ocorreu na cidade de Talty, no estado do Texas, nos Estados Unidos. A polícia foi até a casa da família na última segunda-feira (28), após as crianças faltarem à escola na semana anterior. Os professores demonstraram preocupação, já que nenhum responsável respondia o sumiço.

Até que, na residência, os agentes constataram que Connie Taylor estava morta e que os filhos haviam passado todo o período sozinhos. Ninguém soube da morte. A mulher morreu de causas naturais.

As crianças tentaram pedir ajuda pelo telefone, mas não conseguiram desbloquear o celular da mãe. Os irmãos passaram dias se alimentando com o que havia na despensa e na geladeira e pareciam saudáveis quando foram encontrados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em nota, o distrito escolar de Forney lamentou a morte de Connie, mas destacou a importância dos professores criarem relações mais estreitas com as famílias dos estudantes. Os irmãos estão aos cuidados do Serviço de Proteção Infantil, mas um dos filhos adultos de Connie solicitou a guarda deles. Com informações da revista Época




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade